TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Incra identifica 41 mil hectares para desapropriação de terras entre Campo Grande e Bataguassu

Reforma Agrária

8 FEV 2014
Carlos Guessy
17h17min
Foto: Reprodução

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, fez um levantamento e identificou 41 mil hectares com potencial para desapropriação entre as cidades de Campo Grande e Bataguassu.


A escolha da região é por ser tratar do eixo demograficamente mais vazio do Estado. Conforme a assessoria de imprensa do instituto, o levantamento foi encaminhado para Brasília, a quem cabe aprovar ou não os pedidos para a Reforma Agrária.


Caso o parecer seja favorável a criação de um assentamento é precedida de audiência pública com os interessados, incluindo comunidade, prefeitos e Ministério Público.


O cadastro do Incra conta com 22 mil famílias à espera de lote. Depois de paralisia de quatro anos devido à ordens judiciais, a Reforma Agrária foi retomada no fim de 2013 em Mato Grosso do Sul, com a abertura de assentamento em Anhanduí, distrito de Campo Grande.

Veja também