Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Geral

Inmetro prepara normas para venda de mamadeiras sem bisfenol

Mamadeira

11 dezembro 2013 - 12h53Por Agência Brasil

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) lançou uma consulta pública para aperfeiçoar e rever a regulamentação para a fabricação e venda de mamadeiras. Entre os requisitos, está a proibição do uso do bisfenol A na composição desses produtos.

Em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que mamadeiras fabricadas no Brasil ou importadas não poderão mais ter a substância bisfenol A. A decisão da agência reguladora teve como base estudos que apontam riscos à saúde decorrentes da exposição à substância – mesmo em níveis inferiores aos que atualmente são considerados seguros. O bisfenol A é usado na fabricação de produtos plásticos, como potes, escovas de dente, copos, cadeiras e no revestimento interno de latas. Quando o plástico é aquecido ou congelado, moléculas do bisfenol podem se desprender.

O chefe substituto da Divisão de Programas de Avaliação de Conformidade do instituto, Leonardo Rocha, informou que a proposta de revisão dos Requisitos de Avaliação da Conformidade (RAC) está em consulta pública desde o dia 2 de dezembro, e ficará por 60 dias para receber sugestões que serão analisadas pelo órgão até a elaboração do texto final, previsto para ser publicado em 2014.

Leonardo Rocha informou que depois da divulgação da portaria, os fabricantes e importadores terão 12 meses para cumprir as determinações. “Quando o produto for submetido a ensaio vai ser verificado se de fato não contém o bisfenol A, se contiver, é reprovado e a certificação não é concedida. Como o produto é de certificação compulsória, só poderá estar no mercado se ostentar o selo do Inmetro. Aquele fabricante que não conseguir comprovar que produz uma mamadeira livre do bisfenol A não vai obter a certificação e nem o selo do Inmetro, e se botar o produto sem selo no mercado, o fiscal vai apreender e multar”, disse.

Conforme o representante do Inmetro, a nova regulamentação obrigará ainda que fabricantes e importadores indiquem a presença de látex natural nos produtos, além disso, a portaria vai trazer a certificação de mamadeiras de vidro.

Leia Também

'Olha ele, olha ele': Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de 'Nhonho'
Geral
'Olha ele, olha ele': Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de 'Nhonho'
Vídeo: Pedro Kemp surta, xinga e agride candidata à vereadora pelo PT
Cidade Morena
Vídeo: Pedro Kemp surta, xinga e agride candidata à vereadora pelo PT
Candidatos destacam servidores públicos, transporte e saúde em horário eleitoral da noite
Cidade Morena
Candidatos destacam servidores públicos, transporte e saúde em horário eleitoral da noite
Réu por matar e sumir com corpo de Grazi vai à Júri popular em Campo Grande
Cidade Morena
Réu por matar e sumir com corpo de Grazi vai à Júri popular em Campo Grande