(67) 99826-0686

Líderes comunitários homenageiam Maria Bezerra no Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional das Mulheres

8 MAR 2014
Aline Oliveira
12h11min
Divulgação

Conversamos com alguns líderes comunitários que tiveram oportunidade de conhecer e trabalhar com Dona Maria Bezerra, liderança comunitária da região do Grande Aerorancho. Ela faleceu no último dia 18 de fevereiro, aos 71 anos com problemas cardíacos e deixa um legado de gratidão e elogios pelo trabalho realizado.

 

A presidente da Associação de Moradores do Jardim Los Angeles, Maria Diva da Silva lembra que Dona Maria sempre trabalhou sem descanso para auxiliar a todos, mas tinha um carinho especial pelas mulheres e idosos. “Ela sempre valorizou as necessidades dos idosos e das mulheres, enfrentando com coragem os problemas sociais da comunidade. Tanto que nunca abandonou a população e foi representante nos conselhos do Idoso, Juventude e Assistência Social”.

 

Quem também lembra com carinho de Dona Maria é a presidente da Associação de Moradores do Jardim Jandaia, Neide Leite Pereira. Ela conta que as duas foram amigas de luta desde 1992 e que só tem boas recordações da companheira. “Maria era muito amiga e acolhedora, foi sempre uma guerreira e mesmo quando ficou doente não parou. Saiu do hospital e voltou a caminhada comunitária. Peço a Deus por ela, para que continue a olhar por nós que aqui ficamos”.

 

O líder comunitário e presidente do Movimento de Apoio Social Campo-grandense, José Ferreira Rocha Neto, o Zé do Anache também conviveu por muitos anos com Dona Maria e lembra a personalidade marcante da líder comunitária. “Conheci a Maria, na década de 90, por ocasião da criação dos conselhos regionais de Campo Grande. Já naquela época ela era incansável no trabalho comunitário e demonstrava caridade e altruísmo no atendimento da população. Ela tinha um desejo tão forte de mudar a situação precária dos moradores da periferia que contagiava a todos, posso dizer que ela foi um ícone para o movimento popular”.

 

Para o presidente da União Municipal de Associações Regionais (Unimar), Francisco Rodrigues de Mesquita, Dona Maria foi um exemplo de luta pelos direitos e oportunidades das mulheres. “Ela promovia festas memoráveis em comemoração ao dia das mulheres e das mães, participava de tudo, sempre com muita animação. Em todas as festas de artesanato lá estava ela com a barraca da associação, procurando contribuir para a vida das pessoas. É um exemplo de vida e trabalho”.

Veja também