Menu
domingo, 29 de novembro de 2020
Geral

Limite de peso carregado em mochilas escolares será analisado pelo Senado

Peso

27 outubro 2013 - 14h35Por Agência Senado

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) deve votar, em caráter terminativo, na quarta-feira (30), projeto de lei da Câmara que estabelece limite de peso a ser carregado nas mochilas dos estudantes. A proposta determina que o volume de material escolar transportado corresponda a 15% do peso corporal do aluno.

A senadora Ângela Portela (PT-RR) relatou o projeto na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e é também a relatora na CAS. Ela apresentou substitutivo acrescentando a obrigatoriedade de as escolas fornecerem armários para os estudantes guardarem parte de seu material escolar. Segundo observou, essa necessidade é ainda maior nas escolas que recebem alunos em tempo integral. O substitutivo foi aprovado pela CE e a parlamentar recomenda a sua aprovação também pela CAS.

Ao justificar seu projeto, o deputado federal Sandes Júnior (PP-GO) alertou para os problemas de saúde dos estudantes gerados pelo excesso de peso carregado diariamente nas mochilas escolares. Segundo o parlamentar, a Sociedade Brasileira de Ortopedia estima que cerca de 60% a 70% dos problemas de coluna na fase adulta são causados por sobrecarga de peso e esforços repetitivos na adolescência.

Se aprovada pela CAS com as modificações do substitutivo, a matéria deverá retornar à Câmara dos Deputados.

Leia Também

Três sortudos levaram R$ 33 mil no sorteio da Nota MS Premiada
Economia
Três sortudos levaram R$ 33 mil no sorteio da Nota MS Premiada
GCM encerra festa com mais de 350 pessoas em chácara em Campo Grande
CORONAVÍRUS
GCM encerra festa com mais de 350 pessoas em chácara em Campo Grande
Segundo corpo é encontrado na Chácara das Mansões
Polícia
Segundo corpo é encontrado na Chácara das Mansões
Delegada se revolta, após soltura de advogado e mais seis envolvidos em caso de pedofilia e estupro
Polícia
Delegada se revolta, após soltura de advogado e mais seis envolvidos em caso de pedofilia e estupro