TCE MAIO
(67) 99826-0686

Produtora rural Luana Ruiz é entrevistada por Lobão sobre conflitos indígenas em MS

Conflitos rurais

29 DEZ 2013
Aline Oliveira
13h10min
Produtora Luana Ruiz Silva - foto Geovanni Gomes

A advogada e produtora rural, Luana Ruiz Silva participou na última quinta-feira (26), do programa Entrevista Lobão, transmitido ao vivo via internet (Hangout), pelo cantor e apresentador Lobão. Junto com o escritor, Marco Antonio Villa, autor do livro ‘Década perdida: dez anos de PT no poder’, falou sobre a situação dos conflitos rurais ocorridos em Mato Grosso do Sul e traçou um panorama histórico das invasões.

 

“Teremos mais uma reunião na primeira semana de 2014 e queremos começar bem o ano, depois de enfrentar um 2013 marcado por uma infinidade de reuniões sem solução. Estamos tão perplexos com a falta de atitude do governo federal que só acreditamos vendo”, destacou Luana.

 

Para a produtora, o que falta ser cumprido é o respeito à propriedade do setor, com a devolução das casas e fazendas invadidas. “Queremos nossos lares de volta e nossa paz também. Se eles (o governo) não vão tirar os índios do que nos pertence, que nos indenizem adequadamente”, reforçou.

 

Na avaliação de Luana é preciso que os envolvidos estejam atentos para algumas situações delicadas como, por exemplo: se a comunidade Terena for atendida antes que a dos índios Guarani, a situação ficará muito difícil e o último grupo ira se rebelar ainda mais. O segundo ponto é o bloqueio feito pela Justiça Federal de Naviraí a verba federal destinada à indenização dos fazendeiros invadidos. “Estão achando muito R$ 20 mi para indenizar quase 10 mil hectares? Como se isso equivale a R$ 0,20 por metro quadrado de área. Estes números precisam ser revistos com urgência”, acrescentou.

 

Após vários adiamentos, o governo federal, por meio do Ministério da Justiça marcou para 7 de janeiro, uma reunião definitiva com o governo do Estado, no intuito de definir o valor e a data da indenização para os fazendeiros de Sidrolândia (Buriti), além de apresentar um cronograma de indenizações para as demais propriedades invadidas. 

Veja também