TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Geral

Lula não vê motivo para críticas a Bolsonaro e pede auxílio de R$ 600

Petista não vê problemas do presidente tirar proveito eleitoral do benefício

20 outubro 2021 - 16h30Por Thiago de Souza

O ex-presidente Lula, do PT, disse que o presidente Jair Bolsonaro não deveria ser criticado, ao oferecer o Auxílio Brasil, no valor de R$ 400. O petista, inclusive, defendeu que o valor suba para R$ 600. 

‘’... tem muita gente dizendo 'não, a gente não pode aceitar porque é um auxílio emergencial eleitoral'. Não, eu não penso assim’’, refletiu o presidente de honra do PT, segundo a Folha de São Paulo. 

Na visão de Lula, não há problemas se Bolsonaro usar o auxílio com finalidade eleitoral e o que importa é ver a população não passar fome. 

"não se pode querer que o povo continue na miséria por causa das eleições de 2022’’, completou o ex-presidente, reforçando que o que o Partido dos Trabalhadores defende é o valor de R$ 600, que foi praticado em 2020.
‘’O povo merece’’, acrescentou Lula. 

Auxílio Brasil 

O Auxílio Brasil é a nova versão do Bolsa Família. O Governo Federal tenta, de diversas maneiras, pagar o benefício até o fim de 2022, mas precisa encontrar uma fonte de recursos. 

Nesta terça-feira (19), o Governo chegou a organizar cerimônia para divulgar o programa, mas o mercado financeiro entendeu que o Auxílio Brasil, da maneira como estava, iria romper o teto de gastos e ficou instável. 

A reação do mercado financeiro fez com que o evento fosse cancelado. Nesta quarta-feira (20), Bolsonaro garantiu que o pagamento não irá extrapolar o teto de gastos. 

O Governo acredita que, com a PEC dos Precatórios, em análise na Câmara dos Deputados, vai conseguir recursos para pagar o benefício, sem comprometer as contas públicas.