TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Manchas de óleo voltam a aparecer em praias do nordeste, diz Marinha

Sujeira é compatível com o material que causou grande contaminação em setembro de 2019

25 junho 2020 - 21h52Por Thiago de Souza

A Marinha do Brasil confirmou, nesta quinta-feira (25), que manchas de óleo, encontradas em praias de Pernambuco e Alagoas, são as mesmas que causaram uma grande contaminação em setembro de 2019. 

Conforme o Diário de Pernambuco, as porções de óleo reapareceram na costa nordestina desde o dia 19 deste mês. O material recolhido foi analisado por especialistas da Marinha do Brasil, através do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (Ieapm).

Ainda segundo o site, a ONG Salve Maracaípe, de Pernambuco, foi que fez a denúncia nas novas contaminações, nas praias do Cupe (Porto de Galinhas) e Muro Alto, em Ipojuca, e Tamandaré. 

Já em Alagoas o óleo apareceu na Praia da Lagoa do Pau, em Coruripe, e na Praia da Lagoa Azeda, em Jequiá da Praia. As equipes da Capitania dos Portos de ambos os estados foram responsáveis pela coleta e emissão do material ao Ieapm, no Rio de janeiro. A quantidade de material recolhido não foi informada.

De acordo com a Marinha, "a chegada desse material deve consistir na reincidência de segmentos oleosos que não tinham sido anteriormente identificados durante as ações de resposta. Seu aparecimento decorre, possivelmente, de fatores meteorológicos, como alterações no regime de ventos e marés, que acabaram por revolver sedimentos e possibilitaram o ressurgimento desses fragmentos", afirma em nota.