Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Geral

Diretor médico da Fifa afirma que jogos da Copa sofrerão paradas no calor

Saúde na Copa

16 fevereiro 2014 - 08h34Por Redação

Segundo informação dada neste sábado, dia 15, pelo Ministro da Saúde, Arthur Chioro, a estrutura da saúde montade para a Copa do Mundo de 2014 não necessitou de verba específica e sim de uma reestruturação dos investimentos.


A afirmação ocorreu durante uma conferência sobre saúde médica para a Copa do Mundo, organizada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) em São Paulo. De acordo com o ministério, 10 mil profissionais da área de saúde foram capacitados para a Copa.


No total, as 12 cidades-sede contarão com 531 unidades móveis do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, 66 Unidades de Pronto Atendimento e 67 hospitais que funcionarão de forma integrada. O ministério também informou ter criado planos de contingência para atender a acidentes com múltiplas vítimas.


São esperados para a Copa, público com perfil adulto, entre 25 e 49 anos de idade, saudáveis e que não necessitam de cuidados especializados na saúde. No ano passado no Brasil, durante a Copa das confederações, ocorreram 1.598 atendimentos médicos, sem qualquer registro de caso grave. Do total, 98% das pessoas foram atendidas no próprio estádio.


Jiri Dvorak, diretor médico da Fifa, anunciou que os jogos da Copa disputados em dias e horários de muito calor sofrerão paradas técnicas, para que os jogadores descansem e sejam hidratados.


Segundo ele, a quantidade de paradas técnicas será decidida uma hora antes de cada jogo. A grande preocupação é com sete jogos, principalmente as marcadas para as 13h.

Leia Também

Vídeo: amigos guardam 'a sete chaves' momentos com PM morto em trânsito
Cidade Morena
Vídeo: amigos guardam 'a sete chaves' momentos com PM morto em trânsito
Candidatos do Novo acrescentam QRCode para vídeo em santinhos
Política
Candidatos do Novo acrescentam QRCode para vídeo em santinhos
Idoso morre no hospital nove dias após cair do telhado
Interior
Idoso morre no hospital nove dias após cair do telhado
Para evitar superlotação, Justiça Eleitoral muda locais de votação em Campo Grande
Cidade Morena
Para evitar superlotação, Justiça Eleitoral muda locais de votação em Campo Grande