Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Geral

Médico russo mata, desmembra e cozinha transsexual

O médico passava a noite com Nina Surgutskaya, 25 anos, percebeu durante o ato sexual que a jovem havia feito uma cirurgia

23 abril 2019 - 12h55Por Istoé

Um médico russo confessou ter assassinado e desmembrado uma mulher que ele namorou quando descobriu que ela havia passado por uma cirurgia de mudança de sexo. As informações são do Daily Mail.

O médico Mikhail Tikhonov, 27 anos, passava a noite com Nina Surgutskaya, 25 anos, em Kursk, e percebeu durante o ato sexual que a jovem havia passado por uma cirurgia.

Ele imediatamente a estrangulou em sua cama e depois escondeu e desmembrou o cadáver. Levou o cadáver para o banheiro, onde ele “cortou seus órgãos internos”, os cortou em pequenos pedaços e jogou no vaso sanitário. Em seguida,  ele colocou no forno algumas partes do corpo, assando-os, “para evaporar o excesso de líquido”. A cabeça e outros membros, ele colocou em uma mala e os levou para o seu apartamento.

A polícia chegou no apartamento do homem antes que ele terminasse de vilipendiar o corpo.

Tikhonov pode pegar até 20 anos de prisão se for condenado por assassinato e mutilação do cadáver.

Leia Também

Bêbado, homem é preso por dirigir Fiorino sem dois pneus em Chapadão do Sul
Interior
Bêbado, homem é preso por dirigir Fiorino sem dois pneus em Chapadão do Sul
Mandetta chama deputada bolsonarista de 'nauseabunda' após piada com cota do Magazine Luiza
Geral
Mandetta chama deputada bolsonarista de 'nauseabunda' após piada com cota do Magazine Luiza
Nova política? Harfouche sai para prefeito e já lança campanha do filho
Política
Nova política? Harfouche sai para prefeito e já lança campanha do filho
Motorista do 'conversível das belezuras' trabalha na Petrobras e garante que não paga mulher
Geral
Motorista do 'conversível das belezuras' trabalha na Petrobras e garante que não paga mulher