(67) 99826-0686
Origem - entregas

Ministro afirma que royalties do pré-sal para educação terão retorno em 10 anos

Pré-Sal

26 OUT 2013
Aline Oliveira
10h52min
Divulgação

Na última sexta-feira (25), o ministro da Educação, Aloísio Mercadante anunciou que os royalties decorrentes da exploração do pré-sal não serão a solução para alcançar a meta de investimento de 10% do PIB na educação. A meta está no PNE (Plano Nacional de Educação) de 2011 a 2020.

 

A afirmação foi feita porque o Fundo Social do Pré-sal que receberá o dinheiro decorrente da exploração do Campo de Libra terá retorno entre 10 e 15 anos. O mega campo, licitado esta semana, vai garantir R$ 640 bilhões para a educação e a saúde ao longo de sua concessão de 35 anos. Essa estimativa, conservadora, circula na área técnica do governo e considera a soma de municípios, Estados e União. Do total, 75% irão para a educação e 25% para a saúde.

 

Considerando as despesas públicas de todos os poderes (municipal, estadual e federal), o Brasil aplica 6% do PIB em educação, o que representa aproximadamente R$ 264 bilhões por ano. Libra permitiria elevar esse valor anual para cerca de R$ 278 bilhões.

Veja também