TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quarta, 21 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Ministro de Bolsonaro leva pito por não usar máscara em evento em Israel

Comitiva presidencial gerou polêmica sobre o uso da proteção logo ao chegar ao país aliado

07 março 2021 - 15h51Por Thiago de Souza

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi advertido pelo locutor de um evento em Israel, ao não usar máscara de proteção contra a covid-19, neste domingo (7). 

Araújo integra uma comitiva presidencial que busca informações técnicas sobre um spray nasal que teria efeito contra a covid-19. 

Ao terminar sua declaração à imprensa, o chanceler brasileiro foi convidado para uma foto com o ministro das relações exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi, mas não usava máscara no momento.

‘’Convidamos os 2 ministros para uma foto juntos. Nós precisamos que coloque a máscara”, disse o locutor do evento. Ernesto respondeu: “Oh, yes!” e prontamente colocou o equipamento.

Ainda segundo o site, antes da cerimônia, o encarregado do governo israelense havia solicitado à comitiva brasileira que mantivesse o distanciamento social entre as cadeiras do auditório.

Comitiva

O governo federal enviou uma delegação à Israel nesse sábado (6.mar) para discutir intercâmbio de tecnologias ligadas ao combate da pandemia –incluindo o spray nasal EXO-CD24. O medicamento desenvolvido por Israel supostamente teria ação anticovid. Ainda são necessários mais testes para a comprovação do efeito.

Polêmica

A delegação gerou questionamentos quando chegou ao país aliado. Antes do embarque no Brasil, os membros não usavam máscara de proteção contra a covid. Logo após o desembarque, todos foram vistos com a proteção facial. 

O Ministério das Relações Exteriores justificou que Israel exige o uso de máscaras como parte dos protocolos sanitários contra a doença. No entanto, não citou a obrigatoriedade do uso da máscara no Distrito Federal.