TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

Mostra ou não mostra? Supremo quer parecer da PGR sobre vídeo de reunião com Bolsonaro

Procuradoria recebeu 24 horas para se manifestar

08 maio 2020 - 17h44Por Thiago de Souza

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, deu, nesta sexta-feira (8), prazo de 24 horas para que a Procuradoria Geral da República se manifeste sobre a possibilidade de Governo ceder vídeo de reunião ministerial com o presidente Bolsonaro. Um dos pedidos feitos pelo Planalto é para editar trechos do vídeo que envolvam questões de Estado.

Mais cedo, diz a CNN Brasil, a Advocacia-Geral da União (AGU), pediu ao Supremo para que a corte explique por quem e por onde o vídeo da reunião ministerial vai passar até chegar à PF. 

Nesta sexta-feira (8), Sergio Moro disse que sua defesa pediu que Celso de Mello mantivesse a decisão para acessar a íntegra da reunião que ocorreu entre o presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão e alguns ministros, em 22 de abril. 

No encontro ministerial, de acordo com o ex-ministro da Justiça, o presidente pediu acesso a relatórios de inteligência policial e exigiu a troca na superintendência da PF no Rio, ameaçando demiti-lo Moro se a determinação não fosse cumprida.