TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

Nelson Teich é 'curto e grosso' em primeira entrevista: 'vamos flexibilizar isolamento'

Novo ministro da Saúde criticou projeções de mortes pela Covid-19 no país

22 abril 2020 - 17h21Por Thiago de Souza

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, foi curto e grosso durante sua primeira entrevista coletiva, na tarde desta quarta-feira (22). Ele destacou que tem um plano para flexibilizar o isolamento social promovidas por prefeitos e governadores. 

Conforme Teich, o plano será apresentado em até dez dias e vai considerar a dimensão territorial do país e suas especificidades. 

Críticas

O novo ministro respondeu às perguntas de jornalistas. Uma das perguntas foi sobre como enxergava as previsões sobre o número de mortes pela doença no Brasil e criticou os números. Teich disse que as projeções são ‘’algo muito complexo’’ e que os números derivados de modelos matemáticos podem não retratar a realidade. 

Segundo o site Bem Estar, Teich citou especificamente o estudo do Imperial College que estimava que, no pior cenário, o Brasil poderia ter mais de um milhão de mortes. O trabalho também apontava que, com medidas de isolamento adequadas, o número poderia ser de 44 mil. 

"Isso é impossível", disse o ministro, referindo-se ao intervalo entre os dois extremos da projeção.

Teich disse que os modelos matemáticos "tem que ser padronizados" para poder ser comparados e que eles dependem das "premissas que colocam nele". O ministro disse que, quando eles geram "número muito alarmante", acabam por piorar o medo na população.