Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
Camara - corona
Geral

Ordem judicial obriga Estado a fornecer leite especial para criança alérgica

Justiça

04 novembro 2013 - 20h00Por Da Redação

Em decisão unânime, os desembargadores da 4ª Câmara Civil negaram recurso do Governo do Estado,  e mantiveram a decisão que seja fornecido à criança L.S.R, ao menos cinco latas de leite Pregomim Pepti, até que ele complete dois anos de idade, sob pena diária de R$500,00.

Esse referido medicamento não consta na Relação de Medicamentos Essenciais, nem se encontra padronizado nos protocolos clínicos relativo à condição de saúde do paciente, não sendo fornecido pelo Sistema único de Saúde (SUS), porém está comprovada a necessidade desse leite em receita e atestado médico.

O leite é especial para crianças alérgicas às proteínas do leite de vaca e soja. O preço do produto pode chegar à R$100,00 a lata de 400 gramas.

Para o relator do processo, o Desembargador Josué de Oliveira, a saúde é um direito de todos e dever do Estado, União e Municípios e, neste caso, “ante a especificidade do caso, mostra-se admissível que o ente federado seja compelido a fornecer ao paciente a medicação de que ele necessita diante do risco de dano irreparável, não havendo motivo para arguir a obrigação de um ente político ou de outro”.

O desembargador manteve o valor da multa estipulada em 1º grau, para que a ordem judicial não seja descumprida.  

Leia Também

Rodoviária poderá reabrir antes dos 30 dias se cumprir requisitos de prevenção
Cidade Morena
Rodoviária poderá reabrir antes dos 30 dias se cumprir requisitos de prevenção
'Reforço Financeiro": comércio vai funcionar das 7h30 às 19h até 14 de junho
Cidades
'Reforço Financeiro": comércio vai funcionar das 7h30 às 19h até 14 de junho
Fotógrafo de Campo Grande denunciado por assédio sexual nega acusações
Polícia
Fotógrafo de Campo Grande denunciado por assédio sexual nega acusações
Buffets de Campo Grande poderão funcionar como restaurantes entre os dias 11 e 14 de junho
Cidade Morena
Buffets de Campo Grande poderão funcionar como restaurantes entre os dias 11 e 14 de junho