TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Papa anuncia arcebispo do Rio de Janeiro como novo cardeal

12 JAN 2014
Terra
10h44min
Dom Orani Tempesta (dir.) foi o anfitrião do papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude Foto: AFP

O brasileiro Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, foi anunciado pelo papa Francisco como novo cardeal da Igreja Católica neste domingo. Dom Orani Tempesta está na lista de 19 cardeais de 12 países anunciados pelo pontífice argentino durante a cerimônia do Ângelus, realizada tradicionalmente aos domingos na Praça de São Pedro, no Vaticano. Essa é a primeira vez que o Papa anunciou nomes para o Colégio Cardinalício desde que assumiu o cargo, em março de 2013.

Para o bispo auxiliar do Rio de Janeiro, Dom Antonio Augusto Dias Duarte, o Rio volta a ser o que sempre foi, uma sede da cardinalícia. “Foi uma notícia maravilhosa. Ainda não consegui falar com ele, mas já mandei um SMS dando-lhe os parabéns,” disse.

Dom Orani João Tempesta, 63 anos, tomou posse como arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro em 19 de abril de 2009. Ele receberá o título de cardeal em 22 de fevereiro, quando o Papa vai reunir em consistório os cardeais do mundo inteiro - incluindo os 19 novos escolhidos. Na ocasião, Dom Orani vai receber do Papa três símbolos de sua nova etapa: o barrete cardinalício, o anel e o título que vai lhe permitir, por exemplo, participar, votar e ser votado no conclave que no futuro vai eleger o sucesso de Francisco.

O arcebispo nasceu em São José do Rio Pardo (SP) em 23 de junho de 1950. Fez a profissão perpétua como membro da Ordem dos Cistercienses aos 18 anos e foi ordenado sacerdote em 7 de dezembro de 1974. O padre paulista foi nomeado bispo de São José do Rio Preto em 1997, e se tornou arcebispo de Belém do Pará em 8 de dezembro de 2004. O brasileiro foi anfitrião do papa Francisco durante a visita oficial ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude.​

Na avaliação do bispo auxiliar do Rio de Janeiro, a escolha de Dom Oraní como cardeal significa o reconhecimento do trabalho pastoral do agora cardeal. “A Jornada Mundial da Juventude foi apenas um desses pontos de um trabalho de dedicação intensa ao povo de Deus,” afirmou Dom Antônio. O site oficial da arquidiocese já publicou a notícia tão logo o anúncio foi feito pelo papa Francisco. “É o reconhecimento também do grande trabalho de aproximação do bispo com as pessoas, feita por Dom Orani. E para ele vai ser uma nova maneira de servir à igreja, não só a do Brasil, mas vai estar a serviço da igreja universal,” explicou.

Apesar da nomeação, Dom Orani vai ter um domingo intenso de trabalho. Ele celebra missa pela manhã na Paróquia Santos Anjos, no Leblon (igreja fundada por Dom Helder Câmara), depois celebra missa na Paróquia da Ressurreição em Copacabana, visita as comunidades do Cantagalo e Pavão/Pavãozinho, também em Copacabana e termina o dia rezando o Ângelus, no Corcovado às 18h, em memória das vítimas das chuvas da região serrana em 2011.

Veja também