(67) 99826-0686
Camara - marco

Pedro e Bruno vencem americanos e faturam o ouro em São Paulo

Grand Slam de São Paulo

13 OUT 2013
sportv
15h40min
Pedro e Bruno foram campeões invictos no Grand Slam de São Paulo Foto: FIVB

Os brasileiros Pedro Solberg e Bruno Schmidt conquistaram neste domingo o Grand Slam de São Paulo ao derrotar por sets 2 a 1 (23-21, 19-21 e 15-13) os americanos Philip Dalhausser e Casey Jennings.

O pódio nesta etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia foi completado pelos líderes da atual temporada, os letões Janis Smedins e Aleksandrs Samoilovs, após derrotar em 29 minutos os espanhóis Pablo Herrera e Adrián Gavira por 2 sets a 0 (21-14 e 21-12).

Depois da final masculina, Solberg e Schmidt se mostraram "felizes" e "satisfeitos" por conseguir a vitória em casa, diante das quase 900 pessoas que lotaram a arena do Parque Villa-Lobos na capital paulista.

"Foi uma semana incrível, o apoio da torcida foi imprescindível, talvez ontem mais que hoje, quando foram eles que nos levaram a conseguir uma virada", lembrou Pedro, que não se esqueceu de parabenizar os americanos por uma partida "fantástica".

"Não sei que mais dizer, estou emocionado. Agora o que temos que fazer é seguir concentrados para nos aproximar dos letões e poder deixar o Brasil no topo da competição mundial", acrescentou.

Com a vitória no Grand Slam de São Paulo, a dupla brasileira permanece na segunda posição da classificação mundial, mas diminuiu a distância que lhes separa dos letões, que caiu de 410 para 250 pontos.

Por sua parte, Bruno Schmidt agradeceu a seus oponentes por "fazer deste domingo um dia incrível", assim como a Pedro por compartilhar com ele sua segunda final no torneio mundial e sua segunda medalha de ouro.

"Foi um jogo grandioso, quero agradecer às pessoas que vieram hoje e durante o resto da semana", disse Bruno, explicando que a estratégia seguida para enfrentar os americanos foi uma mistura de "coração e raça".

Na final feminina, as americanas Kerri Walsh e April Ross venceram de virada as alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst por 2 sets a 1 (parciais de 19-21, 31-29 e 15-12) em um jogo intenso que durou pouco mais de uma hora.

"Foi uma partida muito divertida, mas muito dura, por isso estão aqui as melhores duplas do mundo", declarou a campeã olímpica Walsh, que assegurou que tanto ela como Ross deram "o melhor" de si.

A medalha de bronze no feminino ficou com as brasileiras Maria Elisa Antonelli e Ágatha, que venceram as italianas Marta Menegatti e Viktoria Orsi também por 2 sets a 1 (25-23, 13-21 e 15-10).

Mesmo com a vitória americana, pouco muda no ranking feminino já que as líderes do ranking, as brasileiras Talita Antunes e Taiana Lima, assim como suas principais rivais na temporada, as alemãs Katrin Holtwick e Ilka Semmler, caíram nas oitavas e nas quartas de final, respectivamente.

Veja também