TCE MAIO
(67) 99826-0686

PF deflagra operação para prender chefe de tráfico em MS e PR

Operação Piloto

2 DEZ 2013
Juliene Katayama
08h25min
Foto: Divulgação/ PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (02) a Operação Pilotocom o objetivo de prender os chefes de um grande esquema internacional de tráfico de drogas, na região de fronteira com o Paraguai, nos estados de Mato Grosso do Sul e Paraná.

Ao todo, policiais federais dão cumprimento a 46 mandados de prisão e 53 mandados de busca e apreensão, em 24 municípios de 6 Estados, todos expedidos pela 1ª. Vara da Justiça Federal em Umuarama. Cerca de 250 policiais federais trabalham no cumprimento dos mandados.

Em Mato Grosso do Sul, foi o estado em que a PF atuou em mais municípios. Ao todo foram nove. Foram expedidos mandados para Ponta Porã; Eldorado; Amambaí; Sete Quedas; Coronel Sapucaia; Paranhos; Iguatemi; Mundo Novo e Três Lagoas.


No Paraná, a operção focou sete municípios: Umuarama; Foz do Iguaçu; Londrina; Cascavel; Cambé; Ibiporâ e Xambrê. Ainda foram alvos da PF as cidades paulistas de São Paulo, Indaiatuba, São Vicente, Rancharia e Bauru; Baixo Gandu (ES); São José (SC); e Aracaju (SE).


Investigações - As investigações tiveram início no mês de maio de 2013, quando foi identificado um empresário do ramo de transportes, da cidade de Umuarama, que estaria utilizando parte da frota para transportar grandes quantidades de maconha, escondidos em meio a cargas de sofás e cadeiras. A droga vinha do Paraguai e era levada para o Estado de São Paulo.

Com o avançar das investigações, foi identificada uma ampla rede internacional, formada por 16 quadrilhas de tráfico de drogas, operando a partir de Umuarama. Essas quadrilhas compravam grandes quantidades de maconha, cocaína, crack, armas de fogo e munições, transportavam tudo para o território brasileiro e, depois, distribuíam nos grandes centros consumidores, principalmente no estado de São Paulo.

Prisões e apreensões - Ao longo dos sete meses de trabalhos, já foram efetuadas 67 prisões em flagrante em três Estados – PR, MS e SP. Além disso, foram apreendidas grandes quantidades de drogas, sendo 49 toneladas de maconha, 383 quilos de cocaína, 125 quilos de crack, 2.720 frascos de lança perfume, 8.052 comprimidosde ecstasy.

Durante a operação também foram apreendidos 2.092 projéteis; cinco  fuzis, seis pistolas,  um revólver e três espingardas; 51 veículos, sendo 26 automóveis, 23 caminhões/carretas e duas motocicletas; e ainda R$ 394 mil.

Os presos serão recolhidos a estabelecimentos penitenciários nos Estados do Paraná e São Paulo onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Veja também