Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Geral

PMA localiza extração ilegal de aroeira e criminosos fogem abandonando arma e motosserras

Apreensão

15 janeiro 2014 - 16h25Por Carlos Guessy

Policiais Militares Ambientais (PMA) em Miranda flagraram extração ilegal de madeira em uma propriedade rural em Bodoquena. Os policiais ouviram barulho de motosserra e localizaram os infratores cortando “aroeira” protegida por lei.

Eles estavam em um acampamento na mata e já tinham cortado várias árvores. Ao avistarem os policiais, os lenhadores fugiram pela mata, abandonaram duas motosserras e uma espingarda calibre 28, que foram apreendidos juntamente com a madeira.

Na propriedade não havia ninguém e o material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda. A PMA e Polícia Civil apuram se o proprietário da fazenda tem responsabilidade relativa à extração ilegal da madeira. Se houver, ele e as pessoas que extraíam o material responderão por crime ambiental. A pena é de um a dois anos de reclusão. Eles também serão multados administrativamente.

A espécie vegetal aroeira é protegida por lei. A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Leia Também

Brasil tem 271 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
Geral
Brasil tem 271 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
Fim do mistério: suspeito de cortar fios de internet no Leblon é preso por furto
Cidade Morena
Fim do mistério: suspeito de cortar fios de internet no Leblon é preso por furto
Peão morre oito dias após ser pisoteado por égua em Ribas do Rio Pardo
Cidade Morena
Peão morre oito dias após ser pisoteado por égua em Ribas do Rio Pardo
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Interior
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira