Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Geral

Polêmica: look de Ju Paes teria partes de ave rara, diz ONG

Atriz entrou esplendorosa à frente da bateria da Grande Rio com uma fantasia inspirada no pássaro raro Ave do Paraíso

06 março 2019 - 13h25Por Terra/ Elas no Tapete Vermelho

Carnaval sem polêmica não é Carnaval. Depois do imbróglio entre Anitta, Bruna Marquezine e Neymar, agora é a vez de Juliana Paes. A atriz entrou esplendorosa à frente da bateria da Grande Rio com uma fantasia inspirada no pássaro raro Ave do Paraíso, com styling de Yan Acioli e execução de Henrique Filho.

O problema é que a ONG Ampara Animal fez uma publicação em seu Instagram acusando a atriz de usar partes do corpo da ave raríssima no adorno da cabeça. "Na escola de samba Grande Rio tivemos a Juliana Paes, com uma fantasia que deveria homenagear a quase extinta Ave do Paraíso e tinha partes do corpo da ave raríssima importadas da Indonésia em seu adorno de cabeça".

A entidade citou também Magda Moraes, que teria usado 4 mil penas de faisão para a fantasia de Malévola, no desfile da Império da Casa Verde, e Renatta Terual, que teria colocado crina de cavalo, na Unidos de Padre Miguel. Em entrevista dada ao site GShow, Henrique Filho deu alguns detalhes da fantasia. "Ela vai usar um body ultracavado. A parte de baixo é mínima, bem ousada. Tem cerca de 30 mil cristais, nas cores de um flamingo, salmão meio avermelhado. O esplendor é feito de penas fake de seda. E só. Não posso contar mais nada. É surpresa", disse na ocasião, sem mencionar o enfeite de cabeça.

O stylist Yan Acioli, também responsável pelos looks de Claudia Leitte no Carnaval de Salvador, publicou em seu Instagram, antes do desfile na Grande Rio, foto de Juliana Paes, fazendo referência à ave citada pela Ampara Animal: "Ave rara do Paraíso". Procurado, o stylist não respondeu as ligações nem mensagens enviadas pelo Elas no Tapete Vermelho.

Leia Também

Mato Grosso do Sul chega perto dos 70 mil casos da covid, mas diminui taxa de contágio
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul chega perto dos 70 mil casos da covid, mas diminui taxa de contágio
Ação da ABMCJ lança Observatório das candidaturas de mulheres
Cidade Morena
Ação da ABMCJ lança Observatório das candidaturas de mulheres
Sindicato grita por socorro e diz que donos de transporte escolar estão 'no fundo do poço'
Cidade Morena
Sindicato grita por socorro e diz que donos de transporte escolar estão 'no fundo do poço'
Feiras livres passam a ser realizadas quatro vezes na semana em Corumbá
Interior
Feiras livres passam a ser realizadas quatro vezes na semana em Corumbá