TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

POLÊMICO: boletim da Covid é divulgado mais cedo e mostra 37.314 mortes por covid-19

Governo foi criticado por repassar dados após às 22h

08 junho 2020 - 18h44Por Thiago de Souza

Após atrasar a divulgação diária do boletim da covid-19, o Ministério da Saúde repassou os números mais cedo, nesta segunda-feira (8). O total de mortos pela doença chega a 37.314 brasileiros. 

Conforme a CNN Brasil, o país registrou 679 mortes entre este domingo e segunda-feira. 

Já o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, o Conass, trouxe dados mais detalhados da pandemia e mostrou que o país tem hoje 707.412 casos confirmados da doença. Nas últimas 24 horas, diz o Conass, 15.654 pessoas tiveram as suspeitas da covid confirmadas. 

Nos últimos quatro dias, o Ministério da Saúde passou a atrasar a divulgação do boletim. Antes, os dados saíram por volta das 20h (DF), mas passaram a ser expostos às 21h45. O fato gerou polêmica já que o presidente Jair Bolsonaro insinuou que o atraso seria para que os dados não fossem divulgados no Jornal Nacional. 

Os números atuais colocam o Brasil, segundo a Universidade Johns Hopkins, como o terceiro país em maior número de vítimas fatais (atrás do Reino Unido, 40,6 mil mortes; e dos Estados Unidos, 110,9 mil mortes). Em relação ao número de casos, é o segundo país, atrás apenas dos EUA, que confirmaram 1,9 milhão de diagnósticos para a Covid-19.