TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Geral

Professor desiste do ofício após ser agredido por aluno em sala de aula

Insatisfação com a nota motivou a agressão contra o professor

08 novembro 2018 - 10h11Por Da redação / Portal R7

O professor agora trabalha como caixa num supermercado. O ataque aconteceu em uma escola estadual na zona sul de São Paulo e foi gravado por um estudante. Jean César Keiner de Oliveira ficou revoltado ao saber que não tinha nota suficiente para ser aprovado.

Confira no vídeo o momento da agressão.

O caso

Um aluno de 20 anos discutiu com um professor dentro da sala de aula de uma escola estadual da Vila Gumercindo, na Saúde, zona sul de São Paulo. No meio da discussão, ele deu um soco no rosto do professor. 

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem bateu no professor pois estaria insatisfeito com a nota que recebeu. Em vídeo gravado por colega, é possível ver que o professor está sentado na cadeira e na frente dele está o aluno agressor de pé encostado em uma mesa. No vídeo, os dois estão discutindo e o aluno fica provocando o professor. “Ele disse que a gente vai sair na porrada”, disse o aluno. “Você disse que ia me dar uma cadeirada”, responde o professor.

Após algumas provocações, o aluno encara o professor cara a cara. O professor levanta, e no momento em que vai tirar os óculos, leva um soco do aluno no rosto e bate a cabeça na parede. O aluno continua em posição de briga, chuta o homem nas costas e se afasta. Enquanto o professor se recupera, o jovem vai para o fundo da sala e pega uma cadeira, mas seus colegas impedem que ele avance de novo no mestre.

A Secretaria de Educação de São Paulo informou por nota que “qualquer ato de violência é inaceitável e neste caso específico o transgressor, maior de idade, cometeu um ato criminoso e responderá diante da lei”. O jovem foi preso em flagrante e o registro do caso foi por “lesão corporal”. Com o jovem também foi apreendido uma pequena quantidade de maconha.