Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Geral

Professores podem aderir ao Pacto Nacional do Ensino Médio

Educação

15 janeiro 2014 - 16h39Por Agência Brasil

Os professores do ensino médio poderão, a partir de segunda-feira (20), aderir ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio. O pacto vai oferecer, este ano, formação continuada a educadores de todas as disciplinas. Cada educador receberá bolsa mensal de R$ 200 para fazer a formação, que será presencial e desenvolvida na própria escola.

Para participar, o docente deve atuar em sala de aula e estar registrado no Censo Escolar de 2013. Também é preciso que as secretarias estaduais de Educação e do Distrito Federal adiram ao pacto. A adesão dos professores será feita no SisMedio, que será aberto também na segunda-feira, segundo o Ministério da Educação (MEC).

O MEC informou que até ontem (14), 22 unidades da Federação haviam aderido ao programa. A expectativa é que, até o fim do mês, todas estejam inscritas para possibilitar a participação dos educadores. O ministério espera que os 495,6 mil docentes do ensino médio que trabalham em 20 mil escolas públicas do país participem das aulas.

Os conteúdos, desenvolvidos pelas universidades públicas, serão inseridos nos tablets enviados no ano passado pelo MEC às secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal. Cada secretaria assumiu a responsabilidade de distribuir os equipamentos aos professores da rede.

Hoje (15), de acordo com o MEC, 80 instituições manifestaram interesse em participar. As bolsas para os educadores das instituições de educação superior e das secretarias de Educação variam de R$ 765 a 2 mil dependendo das atribuições.

O pacto é inspirado no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, que visa à alfabetização de todas as crianças até os 8 anos de idade. Desde 2013, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anuncia ações para melhorar o ensino médio, como o Programa Quero Ser Professor, Quero Ser Cientista, que prevê bolsas para os alunos que desejam seguir essas carreiras. O MEC vai investir R$ 1 bilhão no pacto. No total, deverão ser beneficiados mais de 7 milhões de estudantes.

Leia Também

COVID: Brasil registra mais 432 mortes e chega a 156.903 óbitos
CORONAVÍRUS
COVID: Brasil registra mais 432 mortes e chega a 156.903 óbitos
Vídeo: família humilde no Tiradentes passa por dificuldades e doa 20 gatos. Quer acolher?
Cidade Morena
Vídeo: família humilde no Tiradentes passa por dificuldades e doa 20 gatos. Quer acolher?
Pastora diz que mãe tem que 'meter a mão na cara e pisar no pescoço' de filho pra ter autoridade
Geral
Pastora diz que mãe tem que 'meter a mão na cara e pisar no pescoço' de filho pra ter autoridade
Posto de combustível é autuado por armazenar litros de diesel ilegalmente
Interior
Posto de combustível é autuado por armazenar litros de diesel ilegalmente