TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 27 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Profissionais do sexo vendem vídeos e arquivos na internet durante pandemia

O movimento da rua caiu durante a quarentena de prevenção ao Coronavírus

04 abril 2020 - 10h46Por Dany Nascimento

A internet tem sido a única alternativa para ‘compensar’ a queda do movimento durante a quarentena para combater o Coronavírus, no Brasil.

De acordo com o G1, profissionais do sexo vendem vídeos e pacotes de fotos eróticas. Entre as acompanhantes de Campinas (SP) que seguem oferecendo seus serviços na crise, algumas relatam queda de até 80% na clientela.

Algumas pessoas optaram por evitar ao máximo o contato. Entre as que migraram do mercado do sexo real para o virtual está Beatriz, uma jovem de 20 anos que se diz "novata no ramo" e que viu uma oportunidade em um momento que muito setores estão fechando portas. "Com a crise do coronavírus, tive a certeza de que a pornografia digital iria aumentar muito", diz.

Ela conta que tem que fazer de três a quatro chamadas de vídeo de 10 minutos para obter o valor que recebia em um programa de uma hora, que custava R$ 150.