(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Brasileiro não suporta ritmo e queniano fatura o bi na São Silvestre

Internacional

31 DEZ 2013
Schimene Weber
09h03min
Foto: Leandro Moraes/UOL

O brasileiro Giovani dos Santos ficou um bom tempo no pelotão de frente, mas o título masculino da São Silvestre 2013 foi para o Quênia, assim como a segunda e terceira colocações. Edwin Rotich conquistou, nesta terça-feira (31), o bicampeonato da tradicional corrida de rua, com uma performance dominante e segura.

Rotich, de 25 anos, disparou nos últimos 3km de prova e não teve problemas para confirmar mais uma conquista, com certa tranquilidade. Fechou os 15km em 43min48s, com mais de 20 segundos de vantagem par ao vice-campeão.

Giovani repetiu a quarta colocação que conseguiu em 2012, e teve de ver uma trinca queniana encher o pódio da São Silvestre. Mark Korir foi o segundo colocado e Stanlei Koech terminou a prova no terceiro lugar.

Detalhes - Edwin Rotich disparou na parte final da prova, mostrando força para encarar a subida da Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, apesar de a disputa ainda estar aberta.

O queniano mostrou tranquilidade nos momentos finais de prova, com um ritmo aparentemente tranquilo. Algumas olhadas no cronômetro e outras por cima do ombro à procura de rivais não demonstraram muita preocupação, e ele faturou mais uma vitória nas ruas de São Paulo.

Feminino - A queniana Nancy Kipron confirmou a condição de campeã após correr sozinha boa parte dos 15km do percurso, e ainda superou o cansaço da subida final da prova para conquistar o título.

A melhor brasileira foi Sueli Pereira da Silva, que terminou na sexta posição. Completaram as três primeiras colocadas a etíope Kebede Gudeta e Jackeline Juma, da Tanzânia. 

Veja também