TJMS AGOSTO
Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Geral

Representantes do governo defendem neutralidade da internet no marco civil

Internet

06 novembro 2013 - 11h49Por Da Redação

O secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Marivaldo de Castro Pereira, afirmou que considera fundamental a aprovação da proposta do marco civil da internet (PL 2126/11, apensado ao 5403/01) pelo Congresso e que o texto final deve inclui o princípio da neutralidade da rede.


Durante comissão geral,no Plenário, ele destacou que a proposta se trata de uma Constituição da internet, que vai nortear outras regulamentações sobre o tema. “Hoje há confusão na regulação de inúmeros temas relativos à internet, tanto no Poder Legislativo, como no Poder Judiciário”, destacou. Segundo ele, hoje as decisões da Justiça sobre internet são contraditórias.

O diretor da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) do Ministério da Ciência e Tecnologia, Nelson Simões, também apoiou a proposta por defender direitos de usuários e impor deveres aos provedores. Ele defendeu a neutralidade de rede, que, na sua visão, permite a inovação na internet e o crescimento da rede.

Leia Também

SEM NOÇÃO: Desembargador que humilhou guarda volta a sair sem máscara e ironiza
Geral
SEM NOÇÃO: Desembargador que humilhou guarda volta a sair sem máscara e ironiza
MATO GROSSO DO SUL DE LUTO: Estado passa dos 29 mil casos do coronavírus
CORONAVÍRUS
MATO GROSSO DO SUL DE LUTO: Estado passa dos 29 mil casos do coronavírus
Sindicato marca assembleia e Campo Grande pode amanhecer sem ônibus circulando
Cidade Morena
Sindicato marca assembleia e Campo Grande pode amanhecer sem ônibus circulando
Audiência com acusado de matar Graziela acontece dia 25 de agosto
Polícia
Audiência com acusado de matar Graziela acontece dia 25 de agosto