TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Rodovias federais de MS registram nove mortes no feriado prolongado

Tragédias

13 outubro 2015 - 15h08Por Mariana Anunciação

Apesar das ações da Polícia Rodoviária Federal para o feriado prolongado, entre os dias 9 a 12 de outubro, as estatísticas revelam que o período foi um dos mais violentos no trânsito de Mato Grosso do Sul, registrando a morte de nove pessoas, vítimas de batidas nas rodovias.

As ações da Operação Aparecida foram focadas nos pontos mais críticos das rodovias federais e na conduta dos motoristas. O excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, embriaguez ao volante e a falta de itens de segurança, tais como cadeirinhas e cintos de segurança, foram o foco da operação.

Do total das mortes registradas, seis ocorreram na BR-158 e as outras três foram na BR-060. Segundo a assessoria de comunicação da PRF, muitos dos acidentes foram causados devido à imprudência dos condutores, se agravando nos períodos chuvosos.

Fiscalização

Mesmo com a intensificação das ações por todo o país, os números preliminares mostram que a PRF ainda registrou 1.037 acidentes nas rodovias brasileiras, gerando 71 óbitos. Neste feriado prolongado, a PRF também fiscalizou 92.038 pessoas e emitiu 19.958 autuações (multas), recolhendo 508 veículos por diversas irregularidades.

Os radares da PRF também registraram 40.301 imagens de motoristas que ultrapassaram os limites de velocidade estabelecidos para a via. O que comprova o levantamento do Gabinete Gestão Integrada de Trânsito (GGIT), no qual destaca que o excesso de velocidade ainda é apontado como um dos principais motivos para acidentes fatais.


Outro agravante que as autoridades combatem é a união de álcool e direção. Focados nisso, foram realizados 24.746 testes de etilômetros, flagrando 497 motoristas dirigindo sob a influência de álcool. Oitenta destes motoristas excederam os limites tolerados pela legislação e foram presos.