TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

São Paulo enfrenta o Vasco pela quinta vez no ano. E não pode falhar

18 outubro 2015 - 15h11Por Uol Esporte

Quando o São Paulo entrar em campo neste domingo (18), às 16h, contra o Vasco, no Morumbi, o time comandado por Doriva sabe que não pode falhar. Na sexta posição no Campeonato Brasileiro com 46 pontos, a equipe está na disputa direta por uma vaga na Libertadores do ano que vem. São sete concorrentes para uma vaga: Santos, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Internacional, Ponte Preta e Sport.

Para o Vasco, a situação é ainda mais dramática. Os 28 pontos conquistados até agora dão ao time carioca a 19ª posição. Cinco pontos distanciam o clube da saída da zona do rebaixamento, restando apenas oito rodadas.
 
 
Neste ano, São Paulo e Vasco se enfrentaram nada menos do que quatro vezes. Na primeira delas, em janeiro, pelo torneio de Manaus, o São Paulo venceu por 2 a 1. Doriva, hoje técnico do São Paulo, dirigia o Vasco.
 
 
Com um bom trabalho no início da temporada, Doriva ainda levaria o Vasco ao título carioca. Porém, no Campeonato Brasileiro, os resultados não se repetiram. Doriva esteve no comando do Vasco nas oito primeiras rodadas do torneio. Depois de três empates consecutivos nos três primeiros jogos, vieram cinco derrotas seguidas e a demissão.
 
 
Depois disso, o treinador assumiu a Ponte Preta, ajudou o time a se recuperar no torneio, até chegar no São Paulo. Nesse meio tempo, o São Paulo enfrentou o Vasco em outras três ocasiões. Pelo Brasileiro, aplicou 4 a 0 no Mané Garrincha, em Brasília. Pela Copa do Brasil, 3 a 0 no Morumbi e 1 a 1 no estádio Maracanã.
 
 
Para a partida, deste domingo, Doriva irá promover mudanças, depois da estreia em que foi derrotado por 2 a 0 para o Fluminense, jogo que marcou sua estreia no comando do time paulista. No momento em que o clube passa por uma turbulência política, o treinador sabe que uma vitória contra o vice-lanterna do campeonato será essencial para a sua tranquilidade neste início de trabalho.
 
 
No retorno ao trabalho, Doriva testou Luiz Eduardo na zaga, para jogar ao lado de Lucão. Com isso, Rodrigo Caio deixa a defesa para atuar na vaga do volante Hudson, que deverá ir para o banco.