Menu
sexta, 18 de setembro de 2020
Geral

Sem provas, Revista garante que Bolsonaro pensou em invadir STF

À época, foi cogitado a apreensão do celular do presidente da República

05 agosto 2020 - 17h44Por Thiago de Souza

Matéria da Revista Piauí publicou, nesta quarta-feira (5), que o presidente Jair Bolsonaro pensou usar as Forças Armadas para invadir o Supremo Tribunal Federal, em maio deste ano. Na ocasião, o presidente estaria revoltado com a hipótese do STF apreender o celular dele. 

A suposta ideia de intervir no Supremo teria ocorrido em reunião ministerial, no dia 22 de maio, do presidente com três ministros militares, sendo o ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos e do general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional.

Nessa reunião, diz a Piauí, o general Heleno teria sido o último a chegar no local e teria ficado surpreso com a ideia de Bolsonaro em atacar o Supremo. Foi ele que teria persuadido o chefe do Executivo a desistir da ideia. Ainda segundo o texto, o general Ramos teria apoiado a decisão presidencial. 

Todos os três ministros militares negaram que uma intervenção tenha sido cogitada. Fernando Azevedo e Silva chamou a reportagem de ‘’fantasiosa’’. Braga Netto seguiu a mesma linha: ‘’Fatos inexistentes’’. 

A publicação da revista não trouxe áudios, vídeos, documentos nem fotos. 

 

Leia Também

Bolsonaro defende volta às aulas e ataca professores: 'tá bom pra eles ficar em casa'
Geral
Bolsonaro defende volta às aulas e ataca professores: 'tá bom pra eles ficar em casa'
Jovem morre em Ponta Porã após aplicação estética em clínica clandestina no Paraguai
Hidrogel
Jovem morre em Ponta Porã após aplicação estética em clínica clandestina no Paraguai
Mais 829 brasileiros morrem de covid-19 nesta quinta-feira, diz Ministério da Saúde
Geral
Mais 829 brasileiros morrem de covid-19 nesta quinta-feira, diz Ministério da Saúde
Pantanal: bombeiros fazem intenso combate às queimadas no Porto da Manga
Cidades
Pantanal: bombeiros fazem intenso combate às queimadas no Porto da Manga