TCE MAIO
(67) 99826-0686

Servidores da Sedhast doam sangue e ajudam a elevar estoque do Hemosul

A OMS (Organização Mundial da Saúde), recomenda que pelo menos 3% da população de um país seja doadora

24 OUT 2016
Sedhast
16h21min
Foto: Divulgação

Os servidores da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), atendendo a um chamado especial do Hemosul – José Scaff, na Capital, realizaram na manhã desta segunda-feira (24), doação de sangue.

Com o estoque do banco de sangue em níveis baixos, mais de 50 servidores de órgãos ligados à Sedhast, como o Procon, Funtrab e Vale Universidade, se sensibilizaram e confirmaram suas doações.

Exemplo desse ato é o servidor Luiz Carlos Benitez, 48 anos, lotado no setor financeiro da Sedhast. Doador desde 1988 ele conta que exercita essa boa ação constantemente. “Sempre doei sangue e faço isso também em momentos de urgência e atendo a chamados como esse. Sem dúvida é uma atitude que todo cidadão deveria fazer regularmente”, conta Luiz incentivando a doação de sangue.

A campanha interna de sensibilização é realizada pela Unidade de Suporte, Orientação e Desenvolvimento de Pessoas (Udep), que lembra ainda que a doação de sangue é fator importante e fundamental em qualquer época do ano.

Doar é preciso – A OMS (Organização Mundial da Saúde), recomenda que pelo menos 3% da população de um país seja doadora. No Brasil, esse número é de 1,8%. O sangue fator O negativo é o que mais precisa, porque pode ser usado em todo mundo numa situação de emergência.

Serviço

O Hemosul – José Scaff está localizado na Av. Fernando Corrêa da Costa, 1304 – Centro, Campo Grande – MS, 79004-310. Telefone:(67) 3312-1500

Veja também