Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Geral

Síria apresenta plano para destruir armas químicas

Armas

27 outubro 2013 - 18h00Por Reuters

A Síria apresentou uma declaração de seu programa de armas químicas e um plano para eliminá-las, informou neste domingo a organização que combate este tipo de armas.

Sob um acordo entre Estados Unidos e Rússia, a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) enviou especialistas à Síria após um ataque com gás que matou mais de 1,4 mil pessoas perto de Damasco, em agosto. Os especialistas, apoiados pelas Nações Unidas, têm o objetivo de supervisionar a destruição da produção de armas químicas e equipamentos desta indústria na Síria até o dia primeiro de novembro e dar um destino a todo este material até o final de junho de 2014.

A organização para probição de armas químicas, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz neste mês, não deu detalhes sobre o arsenal da Síria, estimado em cerca de mil toneladas de agentes químicos. A Opaq, relativamente pequena, não faz parte da estrutura da ONU e tem um orçamento modesto. Sua sede fica em Haia, na Holanda. Criada em 1997, teve como seu primeiro presidente o diplomata brasileiro Maurício Bustani, até 2002.

Leia Também

Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Cidade Morena
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Cidade Morena
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Cidade Morena
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande
Cidade Morena
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande