TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Sobre mais mortes pela covid-19 do que a China, Bolsonaro diz: 'E daí?'

Presidente disse que não é milagreiro

28 abril 2020 - 20h19Por Thiago de Souza

O presidente Jair Bolsonaro foi questionado, na noite desta terça-feira (28), sobre o Brasil ter atingido um número de mortes pela covid-19 superior ao da China (5.017). O presidente, em frente ao Palácio do Alvorada retrucou:  ''E daí?''. 

Segundo o Metrópoles, o presidente disse ainda que não era milagreiro. 

''E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre'', disse o presidente. “Coronavírus, o ministro [da Saúde, Nelson Teich] que fala por essa questão.”

Ainda segundo o site, boletim do Ministério da Saúde diz que o Brasil já chegou a 5.017 mortes por coronavírus, ultrapassando a quantidade de óbitos pela doença registrados na China, primeiro epicentro mundial da epidemia – são 4.633 falecimentos no país asiático até agora.

Ainda durante a conversa com a imprensa, Bolsonaro se solidarizou com as famílias das vítimas. 

''Lamento a situação que nós atravessamos com o vírus. Nos solidarizamos com as famílias que perderam seus entes queridos, que a grande parte eram pessoas idosas'', disse, mas emendou:

''Mas é a vida. Amanhã vou eu. Logicamente, a gente quer ter uma morte digna e deixar uma boa história para trás'', declarou. 

Bolsonaro ainda ressaltou que o vírus vai infectar 70% da população e que nunca negou que haveria mortes no Brasil.

''As mortes de hoje, a princípio, essas pessoas foram infectadas há duas semanas. É o que eu digo para vocês: o vírus vai atingir 70% da população. Infelizmente é a realidade. Mortes vão haver. Ninguém nunca negou que haveria mortes'', disse.