tce janeiro
SENAR 26/01
Menu
quarta, 26 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Subsecretaria Racial viabiliza formalização de Instituto

19 setembro 2015 - 12h45Por Da assessoria

Para fortalecer e formalizar projetos sociais que atuam em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial e Cidadania (Subpirc) prossegue com o trabalho de orientação e adequação para legalizar esses projetos e assim, possibilitar a captação de recursos financeiros. Um desses projetos é o Instituto de Capoeira Cordão de Ouro, com sede em Corumbá, que obteve neste mês o título de utilidade pública estadual.

O projeto atende crianças a partir de 5 anos de idade, e adultos em geral, com aulas de capoeira, aulas de violão, biblioteca e telecentro. Ao todo são 120 pessoas atendidas diretamente na sede. O instituto atua também em presídios, Uneis (Unidade Educacional de Internação) e Centro de triagem.

Para o presidente do Instituto Cordão de Ouro, Lamartine José dos Santos (mestre Pernambuco), a legalidade vai trazer inúmeros benefícios e um deles, é a visibilidade. “Teremos agora uma visibilidade em nível nacional, já que poucos conseguem chegar a esse patamar, em termos documentais. Outro grande ganho será a captação de recursos financeiros por meio de editais disponibilizados pelos governos federal, estadual e municipal”, disse o mestre Pernambuco.

O subsecretário de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial e da Cidadania de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Versoza, falou do trabalho de interlocução para ajustar esses projetos, dentro da legalidade. “Nosso trabalho é orientar e auxiliar na adequação e formalização dos documentos. Com a documentação em ordem é possível captar recursos que estão disponíveis para serem utilizados. Quem ganha com isso é a população que vai obter um ganho social enorme”, relata o subsecretário.

Projeto inspirador – Algumas pessoas que passaram pelo Cordão de Ouro, hoje retornaram como voluntários. Muitos já estão nas universidades ou já estão formados e, utilizam seus conhecimentos para palestrar nas mais diversas áreas. Luiz Carlos Ribeiro, coordenador Jurídico do Instituto, foi um dos que acompanhou esse progresso e utilizou o projeto como inspiração para projeto de conclusão do curso de Direito.


Subsecretaria de Igualdade Racial

Criada em janeiro deste ano, a Subsecretaria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial e Cidadania, reforça o compromisso do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul no combate às desigualdades raciais, dando maior autonomia e poder de ação na execução dos trabalhos. Anteriormente em 1999, com a Coordenadoria de Combate ao Racismo e, em 2002, com a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, as ações desenvolvidas eram ligadas exclusivamente à Governadoria.