Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Geral

Tem vaga: 5 mil indígenas de MS são recrutados para colheita de maçã no RS e SC

Este ano foram inseridas exigências de ações contra a covid-19

29 novembro 2020 - 15h49Por Thiago de Souza

Cerca de cinco mil indígenas em Mato Grosso do Sul devem ser recrutados para a colheita de maçã, que começa em poucos dias nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Parceria entre o Governo de MS, Ministério Público do Trabalho e coletivo dos trabalhadores indígenas promove as condições para o trabalho temporário. 

Segundo o Dourados News, em reunião no último dia 25, a Funtrab registrou ata com as condições das contratações e acertos necessários, contendo segurança jurídica e também medidas de prevenção à covid-19. 

Ainda segundo o site, os compromissos pontuados na reunião, são: recrutamento diferenciado, triagem para a covid-19, envio, transporte adequado, alojamento, refeitório e área de convivência readaptado, uso de máscara, álcool em gel, aferição de temperatura, distanciamento de 1,10 cm, controle na entrada das fazendas, e em casos suspeitos testagem e acompanhamento, se positivo terá tratamento e isolamento com monitoria. 

A Funtrab faz o recrutamento e a seleção desses trabalhadores em Aquidauana, Miranda, Iguatemi, Amambai e Caarapó. Por medida de biossegurança, foram selecionadas lideranças indígenas para fazer a sondagem dos trabalhadores disponíveis nas aldeias, com o preenchimento de um formulário manual e a documentação necessária. 

Também participaram da reunião os representantes de seis empresas do cultivo da maçã do RS e SC.