Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Geral

TJMS nomeia Luiza Brunet como embaixadora do Programa Mãos EmPENHAdas

Atriz é declaradamente vítima de violência doméstica e natural de Mato Grosso do Sul

20 maio 2019 - 18h16Por TJMS

A atriz, modelo e empresária Luiza Botelho Brunet como Embaixadora do Programa Mãos EmPENHAdas Contra a Violência. A solenidade de outorga do título será no dia 24 de junho, nas dependências do Tribunal de Justiça de MS.

A juíza Jacqueline Machado, idealizadora do programa e que responde pela Coordenadoria da Mulher em MS, destacou que a importância de se ter uma personalidade como Luiza Brunet para difundir o projeto de forma voluntária é a identificação que as mulheres têm ou podem vir a desenvolver com ela.

No entender de Jacqueline, o engajamento de Brunet como porta-voz representará significativa ajuda na mobilização da sociedade, especialmente dos profissionais de beleza, propiciando a efetiva divulgação tanto em âmbito estadual quanto nacional de proposta tão relevante às mulheres.

“Luiza é declaradamente vítima de violência doméstica e é natural do Mato Grosso do Sul e a identificação de representatividade é importante para despertar o sentimento de pertencimento das mulheres, além de dar visibilidade ao programa e fazer com que se expanda cada vez mais, ajudando inúmeras mulheres”, disse ela.

Sobre

O Programa Mãos EmPENHAdas contra a Violência, de iniciativa do TJMS, tem como objetivo a disseminação de informações sobre o fenômeno da violência doméstica e familiar contra a mulher e dos serviços de atendimento à mulher em situação de violência, por meio de parcerias com profissionais da área da beleza.

Recentemente, o programa ganhou notoriedade nacional, com a declaração de apoio de várias celebridades bem como a conquista do Prêmio Direitos Humanos 2018. O programa começou quando a juíza de MS percebeu que as mulheres falavam espontaneamente da violência sofrida durante tratamentos em salões de beleza. O reconhecimento à boa prática veio com a implantação do programa em outros Estados.

Nesta terça-feira, o presidente do TJMS, Des. Paschoal Carmello Leandro, editou a Portaria nº 1.485, que regulamenta a replicação do programa Mãos EmPENHAdas para que outras instituições, em todo o país, possam atuar no enfrentamento à violência contra a mulher, utilizando todo o know-how do programa, criado pelo Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

O programa já foi replicado em salões de beleza de São Paulo, Santarém (PA) e Teresina (PI) e despertou interesse de outros órgãos, por isso a normatização serve para garantir que todos os Tribunais e demais instituições repliquem a iniciativa da forma correta, como o programa foi criado, evitando o desvirtuamento de seus objetivos, que é de prevenção de todas as formas de violência contra a mulher.

O Mãos EmPENHAdas contra a Violência capacita profissionais da área da beleza sobre os aspectos psicossociais e jurídicos da violência doméstica e familiar contra a mulher, para que possam orientar clientes que estejam em situação de violência doméstica e familiar sobre seus direitos e rede de atendimento, desmistificar esse fenômeno e multiplicar informações.

Leia Também

Jovem finca agulha de narguilé e mata namorado após discussão por pastel
Geral
Jovem finca agulha de narguilé e mata namorado após discussão por pastel
Apesar de fracas, chuvas continuam na terça e deixam clima fresquinho em Campo Grande
Cidades
Apesar de fracas, chuvas continuam na terça e deixam clima fresquinho em Campo Grande
Trio morre ao trocar tiros com policiais do DOF após assalto em Naviraí
Interior
Trio morre ao trocar tiros com policiais do DOF após assalto em Naviraí
Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil
Geral
Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil