Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Geral

Trump culpa 'conspiração internacional' por acusações de assédio a mulheres

candidato vem sofrendo acusações sobre assédio e abuso

14 outubro 2016 - 20h00Por Agência Brasil

A 25 dias das eleições presidenciais dos Estados Unidos, o candidato do Partido Republicano, Donald Trump, tem uma teoria para explicar as acusações que vem sofrendo de mulheres que disseram ter sido assediadas e abusadas por ele.

Em um comício em West Palm Beach, no estado da Flórida, nesta quinta-feira (13), ele disse que há uma conspiração internacional para dominar o povo americano. Dessa conspiração, segundo ele, participam a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton, e a imprensa.

"Esta eleição vai determinar se somos uma nação livre ou se temos apenas a ilusão de democracia. [Parece que] estamos sendo controlados por um pequeno grupo de interesses globais que conduzem nosso sistema", disse Trump. "E o nosso sistema está sendo manipulado. Essa é que é a realidade", acrescentou.

Ele disse também disse que Hillary e a imprensa estão envolvidas em um esforço "coordenado" para encontrar mulheres e publicar histórias para desacreditar sua candidatura e fazer com que o povo americano se esqueça da corrupção existente na campanha de sua adversária Hillary Clinton.

"Essas pessoas são horríveis, elas são horríveis, mentirosas e, curiosamente, os fatos estão acontecendo a 26 dias [contados a partir de quinta-feira] da nossa eleição muito importante, não é incrível?" ironizou Trump. As eleições presidenciais estão marcadas para a segunda terça-feira (8) de novembro.

Pelo menos quatro mulheres acusaram Trump, em diferentes jornais, de terem sido assediadas em situações ocorridas entre 11 e 30 anos atrás.

Teorias

Essa não é a primeira vez que Donald Trump faz alusões a teorias de conspiração. Ao longo da campanha presidencial, ele já afirmou, sem mostrar evidências, que as estatísticas sobre desemprego do governo Obama são manipuladas; já disse que o Banco Central americano (Federal Reserve) – órgão livre de influência do governo – atua sob orientação da Casa Branca; e que Hillary Clinton subornou o procurador-geral dos Estados Unidos, com um emprego no governo, para evitar que os seus e-mails fossem investigados.

Leia Também

Amigos lamentam morte de policial que sofria de depressão em Campo Grande
Cidade Morena
Amigos lamentam morte de policial que sofria de depressão em Campo Grande
Agendamento on line para castração de gatos é retorna de forma gradativa no CCZ
Cidade Morena
Agendamento on line para castração de gatos é retorna de forma gradativa no CCZ
Mato Grosso do Sul tem 600 novos casos e 136 mortes por covid-19
Saúde
Mato Grosso do Sul tem 600 novos casos e 136 mortes por covid-19
Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA
Economia
Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA