Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Geral

Tufão Haiyan mata uma pessoa e deixa 125 mil desabrigados nas Filipinas

Internacional

08 novembro 2013 - 12h47Por Agência Brasil

Uma pessoa morreu e 125 mil estão desabrigadas no centro do Arquipélago das Filipinas após a passagem do Tufão Haiyan, que assola o país com ventos médios de 235 quilômetros por hora (km/h) e rajadas de 275 km/h.

O último comunicado do Conselho Nacional de Gestão e Redução de Desastres das Filipinas revela que um homem, na localidade de Lingig, em Surigao do Sul, morreu ao ser atingido por um poste de eletricidade.

Segundo o conselho, os desabrigados, oriundos de 22 províncias, estão alojados em 109 centros de evacuação promovidos pelo governo.

O Haiyan, batizado de Yolanda pelas autoridades das Filipinas, atingiu a costa do arquipélago às 4h30 (horário local) na localidade de Guiuan, na província de Leyte, no centro das Filipinas.

A tempestade é considerada a mais forte de 2013 em todo o planeta e provocou o corte do fornecimento de energia na área. Cinquenta e oito províncias das Filipinas estão sob aviso de tempestade, 21 das quais sob aviso vermelho, o mais elevado dos alertas.

Os portos estão fechados e só no centro das Filipinas, a companhia Cebu Pacific já cancelou 122 voos nacionais e internacionais.

Leia Também

Pandemia gera demissão até pra rico: Miguel Falabella se despede da TV Globo
Geral
Pandemia gera demissão até pra rico: Miguel Falabella se despede da TV Globo
Bombeiros fazem resgate de brasileiro com covid-19 na Bolívia; paciente está na UTI
Saúde
Bombeiros fazem resgate de brasileiro com covid-19 na Bolívia; paciente está na UTI
Estudo aponta que lesões roxas nos dedos também são sintomas de coronavírus
Saúde
Estudo aponta que lesões roxas nos dedos também são sintomas de coronavírus
Com morte no Indubrasil, Mato Grosso do Sul chega perto dos 2 mil casos de coronavírus
Saúde
Com morte no Indubrasil, Mato Grosso do Sul chega perto dos 2 mil casos de coronavírus