Menu
quarta, 02 de dezembro de 2020
Geral

Venezuela condena espionagem dos EUA e mantém as relações “congeladas”

EUA

05 novembro 2013 - 09h24Por Agência Brasil

A Venezuela condenou hoje (5) as ações de espionagem dos Estados Unidos ao país e informou que manterá congeladas as conversas para restaurar as relações diplomáticas bilaterais devido à ingerência norte-americana. "É inaceitável que nos espiem, a nós e a qualquer governo do mundo.

No último domingo (3), o jornal norte-americano New York Times, revelou que, em 2007, a Venezuela fazia parte de uma lista de "alvos permanentes" de espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos. Teriam sido monitoradas as contas de e-mail de funcionários do Ministério das Finanças da Venezuela e de outras autoridade econômicas do país, segundo a publicação.

Citando um relatório oficial compilado pelo ex-consultor contratado para prestar serviço à NSA, Edward Snowden, o jornal informou que a NSA também espionou a China, Coreia do Norte, o Iraque, Irã e a Rússia.

Leia Também

Humorista 'Rodela' morre de covid-19 aos 66 anos em SP
In Memoriam
Humorista 'Rodela' morre de covid-19 aos 66 anos em SP
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero
Geral
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero
Em 24 horas, Brasil registra quase 700 mortes por covid-19
Geral
Em 24 horas, Brasil registra quase 700 mortes por covid-19
Cachorrinhos são furtados no Tiradentes e dona chora: 'doloroso não ter vocês em casa'
Cidade Morena
Cachorrinhos são furtados no Tiradentes e dona chora: 'doloroso não ter vocês em casa'