Menu
sábado, 21 de maio de 2022 Campo Grande/MS
FAMASUL MAIO BANNER
Geral

Veterinário pede para colega não deitar sujo no sofá e morre espancado

O assassino e a vítima dividiam a mesma casa

16 janeiro 2022 - 18h33Por Dany Nascimento

Any Luiz Refosco Júnior, de 35 anos,  morreu ontem (15), após ser espancado e passar dez dias internado em um hospital de Cuiabá (MT).

Ele teria sido agredido por um colega de trabalho com quem morava para dividir as despesas da casa.

Segundo o G1, a família da vítima, disse que Júnior foi surrado após reclamar para o amigo não se deitar no sofá com as roupas sujas do trabalho.

A Polícia Civil investiga o caso.

“Ele [colega de casa] vinha do frigorífico sujo, não tomava banho, e meu filho, poxa, você chega sujo e cheirando sebo e deita no sofá, não toma banho”, disse Erenice Geller, mãe da vítima.

“E o cara [colega de casa] só no videogame, e sujo, só joguinho. Aí deu um piti e deu uma paulada no meu filho”, acrescentou Erenice.

O espancamento aconteceu no dia 5 de janeiro na cidade de Brasnorte, situada a 579 quilômetros de Cuiabá, onde vítima e agressor trabalhavam.

Desde então Júnior estava internado em um hospital particular na capital mato-grossense.