TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

VÍDEO: dizendo ser "serva de Deus", mulher agride trabalhador homossexual em rodoviária

"Eu tenho nojo de veado. Não morro por ser serva de Deus, vou te matar", disse antes de quebrar eletrônicos com barra de ferro e agredir rapaz

02 julho 2020 - 13h15Por Rayani Santa Cruz

Uma mulher descontrolada, que se identificou como Rosimeri Ribeiro, 42 anos, agrediu o funcionário de uma agência de viagens, em Lucas do Rio Verde-MT. Ela se enfureceu apenas pelo fato do rapaz ser homossexual.

De acordo com o G1, a vítima estava em horário de trabalho quando a agressora chegou à agência à procura de passagem e ultrapassou o limite de distância recomendável para a prevenção da covid- 19.

O jovem, na tentativa de orientá-la, passou a ser ofendido pela sexualidade e agredido pela mulher, que também passou a danificar objetos da empresa com uma barra de ferro.

Segundo testemunhas e a vítima, a mulher então quebrou máquinas de cartão, cones, teclado e monitor de um computador, o celular de um mototaxista, além do balcão da agência. A suspeita ameaçou de morte o funcionário e o ofendeu com palavras como “veadinho, bicha, odeio veado, vou te matar e veado não entra no céu”.

A mulher que também disse ser “serva de Deus” e que o jovem “deveria morrer por ser homossexual”.

A Polícia Militar foi acionada e conduziu a mulher para a Delegacia Judiciária Civil, onde o boletim de ocorrência foi registrado. 

Veja o vídeo:

(Vídeo: reprodução Facebook/ Breno Costa)