Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Geral

Xuxa relembra namoro com Senna e diz que tinha conexão espiritual com piloto

'Hoje eu vivo tudo mais intensamente', diz a apresentadora

19 setembro 2020 - 10h03Por Dany Nascimento

A apresentadora Xuxa dedica um capítulo do livro que escreveu para relembrar  sua história com Ayrton Senna, que foi interrompida de forma trágica.  Ela chamava o namorado de Beco e revela que tinha uma conexão quase que espiritual com o piloto.

De acordo com o G1, desde o primeiro encontro na casa dela no Rio, Xuxa diz que sentia que o amor com Senna vinha de outras vidas. "Sentia que era uma conexão de outras vidas", diz a loira na obra:

"Se eu pensava muito nele, por exemplo, ele sentia e me procurava. Uma vez, apostei com uma figurinista que se eu pensasse nele, ele ligaria. 'Ah, duvido! Então faz isso. E já atende o telefone falando o nome dele, se tocar'. O telefone tocou. E eu: Beco!".

"Havia o fato de que eu tinha algumas premonições em relação a ele. Eu cheguei a acertar quando ele venceria corridas, quando iria ter problemas. Ele sempre me ligava para saber qual era a minha sensação", conta em outro trecho do capítulo.

O beijo entre eles só aconteceu no quinto encontro. Já o momento mais íntimo foi depois do primeiro dos muitos réveillons que passaram juntos: "No primeiro dia do ano de 1989. Um Ano-Novo que durou dois dias, sem sairmos do quarto. A Maria, que trabalha comigo há anos, só abria uma fresta da porta, botava umas frutas lá no chão, e fechava de novo".

A partir daí, apaixonados, decidiram que seriam namorados. Mas a concorrida agenda dos dois acabou atrapalhando, e eles se afastaram. Xuxa conta no livro que ficou um ano sem falar com Senna após ver uma foto dele, "com cara de apaixonado", ao lado de Adriane Galisteu numa revista. Mas em abril de 1994, ela decidiu que precisava encontrá-lo.

Xuxa iria ao encontro de Ayrton Senna na noite do domingo do acidente. Na época, ele ainda namorava Galisteu. Ela havia conseguido uma semana de folga e iria encontrá-lo na Itália. Viajaria de madrugada e o encontraria na segunda-feira. Mas no dia anterior à morte do piloto, o pressentimento de que algo ruim estava por vir. "Chegando ao sítio dela (a diretora Marlene Mattos), tinha uma fogueira. Me sentei em frente e fiquei olhando para o fogo, sentindo uma angústia, algo estranho. Pareciam minutos, mas alguém veio até mim e me chamou, meio que me tirando de um transe, e disse que eu já estava lá havia muito tempo".

No outro dia, ela seria acordada com a notícia do acidente no circuito de Ímola, e, ao ver cena, a certeza da morte do piloto: "Cheguei à sala, todos os amigos mudos, olhando para a TV. Cheguei e tive a nítida sensação de tê-lo visto na porta. E falei: 'ele já foi embora'". Tempos depois, Xuxa soube que, na noite anterior ao acidente, Senna havia falado muito dela no jantar de aniversário de um amigo do piloto.

"Hoje eu vivo tudo mais intensamente. Espero que mais pessoas entendam que você não precisa perder alguém para ver e saber que deveria ter aproveitado, vivido e se doado mais", finaliza a loira.

 

 

Leia Também

Geral
INFORME PUBLICITÁRIO
Para recuperar economia, candidatos falam de reforma administrativa, banco municipal, IPTU e obras
Política
Para recuperar economia, candidatos falam de reforma administrativa, banco municipal, IPTU e obras
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Geral
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã
Interior
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã