Menu
Busca domingo, 19 de janeiro de 2020
In Memoriam

Ferrari, jornalista conhecido como ‘Papai Noel’, morre em Dourados

Ele teve complicações após cirurgia cardíaca

05 janeiro 2020 - 07h36Por Rayani Santa Cruz

O jornalista e servidor público da prefeitura de Itaporã, Antônio Carlos Ferrari, 61 anos, morreu na madrugada deste domingo (5), no Hospital Evangélico de Dourados, em decorrência de complicações de uma cirurgia cardíaca.

Ferrari estava internado desde o dia 11 de dezembro depois de ter um mal súbito enquanto trabalhava como Papai Noel no Shopping China, em Pedro Juan Caballero. Ele foi levado para o Hospital Regional de Ponta Porã e depois transferido para Dourados. Lá passou por um cateterismo quando foram implantadas quatro pontes de safenas.

No período pós-operatório houve complicações e, na tarde de ontem (4), os rins apresentaram problemas e ele passou por hemodiálise. Durante o procedimento, o jornalista teve três paradas cardíacas, sendo reanimado pelos médicos, mas ficando bastante debilitado, não conseguindo reagir e vindo a óbito horas depois, conforme confirmado ao site local MS em Foco.

Nascido no interior paulista Ferrari era jornalista, fotógrafo e estava licenciado da prefeitura municipal de Itaporã justamente para dar vida ao personagem Papai Noel, o que fazia há 35 anos. 

Antônio Carlos Ferrari deixa a esposa e três filhos, e uma legião de amigos e admiradores. O corpo de Ferrari está sendo velado neste domingo desde às seis horas da manhã no PAX de Itaporã e o sepultamento será no período da tarde em horário a ser definido pela família.