Menu
Busca segunda, 11 de novembro de 2019
In Memoriam

Morre aos 72 anos Orival Pessini, criador do Fofão

Ele estava internado no Hospital do Morumbi, em São Paulo

14 outubro 2016 - 08h22Por O Globo

Morreu na madrugada desta sexta-feira, 14, o humorista Orival Pessini, criador de personagens como Fofão e Patropi. O ator, de 72 anos, lutava contra um câncer no fígado e no baço. Ele estava internado no Hospital do Morumbi, em São Paulo. A notícia foi confirmada por Álvaro Gomes, empresário do ator.

O velório acontecerá no Cemitério Gethsêmani, em São Paulo. Pessini começou a carreira no teatro amador e estreou na TV em 1963 na TV TUPI no programa infantil “Quem conta um conto”. Entre 1976 e 1982 fez sucesso com “Planeta dos Homens”, da  Globo, com os personagens Sócrates e Charles.

Depois, criou Fofão, o alienígena bochechudo que marcou a infância nos anos 1980.  A estreia do personagem foi no programa "Balão mágico", da Globo. Com o fim da atração, em 1986, ganhou uma edição diária TV Fofão, na Bandeirantes.

Em 2013, em entrevista ao site, Pessini relembrou o início na TV:

- Inspirado em Chico Anysio, que interpretava vários personagens com o advento do videotape, eu quis fazer o mesmo no teatro amador. Comecei a fazer as máscaras antes de entrar para a TV.  A Globo ia lançar o programa "Planeta dos homens" (1976), uma sátira ao "Planeta dos macacos". Fúlvio Stefanini me indicou, fiz uma máscara de macaco e fui mostrar para o Boni em 1975. Criei o personagem Sócrates, que foi um sucesso na época.  Quando terminou, Boni pediu que eu criasse um personagem infantil. Não queria nem ver o piloto, o que eu criasse iria para o ar direto. Na época, o filme "E.T." fazia um baita sucesso. Pensei: vou criar um extraterrestre que é uma mistura de urso, cachorro, porquinho, palhaço e gente. Daí, nasceu o Fofão.