Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
In Memoriam

'Não dá para acreditar!' Morte de jovem em lago da Capital desperta angústia em familiares

Mensagens de pesar e força aos membros da família estão sendo publicadas. Ari Benites morreu neste sábado ao pular na Lagoa Cristalina, na região do Jardim Presidente

09 janeiro 2021 - 17h00Por Rayani Santa Cruz

O jovem Ari Benites, de 26 anos, se afogou e morreu neste sábado (9), na Lagoa Cristalina, em Campo Grande. Bombeiros fizeram a retirada do corpo e familiares estão em comoção pela tragédia. 

Ari se afogou no lago localizado na reserva florestal às margens da Avenida Cônsul Assaf Trad, na região do Jardim Presidente, região norte. As primeiras informações indicam que a vítima estava com um grupo de amigos. Eles saíram de uma festa de pagode e resolveram ir tomar banho no local. 

O pai do jovem, Ari Jorge Benites, foi o primeiro a divulgar sobre a morte na rede social. Ele recebeu dezenas de mensagens de força e pesar. 

O irmão da vítima Lucas Benites lamentou a morte e fez homenagem. “Não dá pra acreditar meu irmão que você se foi! Você sabia o quanto a sua família te amava o quanto eu te amo nunca deixei de te mostrar o quanto eu te amava! Só Deus sabe a dor que estou sentindo! Sempre me lembro de nós criança brincando éramos felizes mais como a vida muda de uma hora pra outra! Mais agora meu irmão você vai descansar! Um dia espero te encontrar novamente meu irmão! Nunca deixei de orar por você! Te Amo muito descansa em paz meu irmão.”

O amigo da família, Benedito Gomes disse que não consegue acreditar. “Meu Deus não acredito ainda que isso aconteceu um menino educado que Deus possa conforta o coração da família.”

No perfil do Facebook, Ari Benites dizia para "não desistir dos seus sonhos" e esboçava orgulho em ser indígena. 

O Caso

Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo foi encontrado por mergulhadores por volta das 12h50, mas até o final das buscas não havia confirmação se o afogamento teria ocorrido naquele momento ou algumas horas antes.

O rapaz teria pulado na lagoa que contém 4 metros de profundidade e se afogou logo em seguida. 

Informações ainda não confirmadas constam que os colegas do rapaz ainda tentaram salvá-lo com uma garrafa. Eles teriam colocado o objeto para que ele alcançasse e voltasse a superfície, mas não adiantou.

O caso foi registrado pela Polícia Civil.