TCE 27/10 a 29/10
Menu
quinta, 28 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
In Memoriam

Nelsinho e amigos se despedem de Cacá: "Amigo de infância"

Senador destacou conhecer Longo desde a infância e disse que nesse momento se apega às boas lembranças

10 outubro 2021 - 14h50Por Vinicius Costa

O senador de Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad publicou um texto no início da tarde deste domingo (10) para lamentar a morte do empresário Carlos Eduardo Longo de Farias, o Cacá, de 49 anos, encontrado morto em sua casa no bairro Monte Carlo, em Campo Grande.

Para relembrar a amizade, o senador destacou conhecer Longo desde a infância e disse que nesse momento se apega às boas lembranças.

"Neste momento de tamanha dor, eu me apego às boas lembranças do nosso Cacá. Recordo, por exemplo, dos carnavais no Rádio Clube", disse e acrescentou que o empresário deixa um grande legado na comunicação.

"Ele também deixa, como legado para a comunicação de MS, a Capital 95 FM, entre as rádios mais tradicionais de nosso estado. Meus sentimentos à esposa, Soraia, e aos três filhos. Rogo a Deus para que conforte o coração de todos".

A também senadora Simone Tebet deixou uma mensagem na rede social após saber da notícia da partida de Carlos Longo.

"Estamos muito tristes com a morte prematura de Cacá, dono do Grupo Capital. Nosso pesar e solidariedade à família, amigos, funcionários e  ouvintes. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de dor"

Bosco Martins, jornalista muito conhecido no estado sul-mato-grossense usou as redes sociais para deixar uma pequena homenagem para Cacá. "Fato muito triste, bom amigo e grande empresário. Meus profundos sentimentos", disse.

Amigos e até pessoas mais próximas também dedicaram um minuto do seu tempo para postar uma homenagem para o empresário.

"Que domingo triste. Gratidão pelo tempo que participei dessa família", disse uma conhecida.

Morte

O empresário Carlos Eduardo Longo de Faria, de 49 anos, morreu na manhã deste domingo (10), em sua casa no bairro Monte Carlo, em Campo Grande.

Conforme apuração do TopMídiaNews, ele foi encontrado morto em sua casa no final da manhã.

Cacá, assim como era conhecido entre amigos e familiares, era proprietário da rádio FM Capital - uma das mais conhecidas e tradicionais do estado sul-mato-grossense.

Ele mantinha o grupo Capital de Comunicação em Mato Grosso do Sul.