Menu
Busca sexta, 06 de dezembro de 2019
In Memoriam

Tragédia matou Marcela e Maysa, filhas do homem que abriu a comunicação de MS

Direção do grupo TopMídia lamenta a trágica morte das irmãs em acidente aéreo

17 novembro 2019 - 09h06Por Vinícius Squinelo

O acidente aéreo ocorrido em Maraú, no sul da Bahia, na tarde de quinta-feira (14), matou a jornalista Marcela Brandão Elias e a irmã, Maysa Marques Mussi. Elas são filhas de Orlando Marques, homem com importância vital para a comunicação de Mato Grosso do Sul.

Orlando foi um dos responsáveis por abrir a ‘praça’ de comunicação no Estado no começo dos anos 2000, em especial a comunicação visual externa – como outdoors, frente à um monopólio estabelecido.

“É uma tristeza receber uma notícia dessa, de um senhor digno e de altíssimo nível como o Orlando Marques perder as duas filhas de uma forma tão trágica, inimaginável essa dor”, lamentou Marcos Reis, Diretor Geral do Grupo TopMídia. Orlando e Marcos estabeleceram uma importante relação profissional.

Formada em Jornalismo, Marcela trabalhava em uma assessoria de imprensa especializada em moda, beleza e cultura em São Paulo. Nome frequente nas colunas sociais de jornais e sites, Marcela Brandão Elias tinha 37 anos e era mãe de um garoto de 6 anos. A notícia de sua morte chocou amigos e colegas de profissão. 

(Orlando, pai das irmãs, importante nome na história de MS / foto: divulgação)

Já Maysa, 27, havia se casado há pouco tempo com Eduardo Mussi, em setembro deste ano, no sul da Bahia. O marido dela está internado no Hospital Geral do Estado. Ele é irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi. Entre os padrinhos do casamento de Maysa e Eduardo estavam a atriz Marina Ruy Barbosa e o marido, o empresário e piloto da Stock Car, Alexandre Negrão. 

O pai das duas, conceituado publicitário Orlando Marques, é ex-presidente da Associação Brasileira das Agências de Publicidade e atual chairman da Kantar Ibope, a empresa que afere a audiência da TV e realiza pesquisas de intenção de votos nas eleições.

TRAGÉDIA
O avião bimotor Cessna 550 transportava amigos e parentes para um final de semana na Bahia. A bordo estavam: Eduardo Trajano Elias (filho da Lucila e do Jorge, o viúvo), Marcela Brandão Elias (vítima fatal) o filho deles, Eduardo Brandão, de 6 anos, Tuka Rocha (ex piloto de stockcar, também faleceu), Maysa Mussi, Eduardo Mussi, Cristiano Rocha, Marcelo Constantino Alves, Marie Cavelan, Fernando Oliveira e o piloto da aeronave, Aires Napoleão Guerra.