Menu
terça, 18 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
In Memoriam

Vítima de câncer, proprietário da Usina Santa Helena morre na Capital

12 outubro 2015 - 13h42Por Nova News

O empresário Benedito Silveira Coutinho, de 57 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (12), em Campo Grande, vitima de um câncer. Ele era proprietário da Energética Santa Helena, uma das empresas mais tradicionais de Nova Andradina, e também uma das maiores geradoras de empregos no município.  

Segundo o site Nova News, o funeral ocorrerá na Capital e, após as últimas homenagens, o corpo será levado para São Paulo (SP) para a cerimônia de cremação. O câncer, localizado na região na cabeça, teria sido diagnosticado há cerca de um ano, quando foram iniciados os tratamentos, porém, nesta segunda-feira (12), Benedito Silveira Coutinho não resistiu e entrou em óbito.

Histórico 

Em entrevista concedida ao Nova News em junho de 2012, durante a comemoração de 20 anos da empresa, o diretor da unidade, Bruno Coutinho, lembrou do início do empreendimento, quando seu avô Benedito Silveira Coutinho começou a atividade sucroalcooleira através de pequenas lavouras de cana no estado de Alagoas, entre os anos 30 e 40. A partir daí, a família seguiu o espírito empreendedor e, posteriormente, criou a empresa que atua em Nova Andradina desde 1992.

A destilaria foi construída entre 1978 a 1980, sendo que a sua primeira safra e moagem foram no ano de 1981, e possuía a denominação de "Destilaria Nova Andradina S/A", também chamada na época de "Xavante", e pertencia a família Moura Andrade. Foi adquirida por Benedito Silveira Coutinho em 20 de maio de 1992, tendo iniciado as atividades de forma definitiva em 01 de junho do mesmo ano. Atualmente, a empresa é uma das maiores geradoras de emprego de Nova Andradina.

 
Foto: Nova News
 

Ação social 

Fundada em 05 de outubro de 1998, sob a presidência de Benedito Coutinho, a Fundação José Silveira Coutinho desenvolve, em Nova Andradina, o Projeto Anjo da Guarda. A iniciativa presta atendimento sócio educativo a crianças e adolescentes filhos de funcionários da Energética Santa Helena e/ou pertencentes às famílias de baixa renda da comunidade.

O projeto tem como objetivo promover e apoiar ações no campo do desenvolvimento social, cultural, desportivo, educacional e de saúde, voltados à construção da cidadania e  implantação de programas e projetos que visem o atendimento dos direitos sociais básicos.

Recuperação judicial

No mês de julho deste ano, a Energética Santa Helena, teria entrado com pedido de recuperação judicial, que é uma medida para evitar falência, solicitada quando a empresa perde a capacidade de pagar suas dívidas, constitui um meio para que a empresa em dificuldades reorganize seus negócios, redesenhe o passivo e se recupere de momentânea dificuldade financeira. A atual crise econômica enfrentada nos mais diversos setores, teria influenciado de forma negativa os negócios da usina, afetando suas finanças.