TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Interior

Após volta do comércio, multidão vai às ruas em Dourados

MPE-MS quer suspender flexibilização do comércio no município

11 abril 2020 - 13h18Por Nathalia Pelzl

O cenário foi diferente na manhã deste sábado (11) em Dourados. Após dias de comércio fechado, várias pessoas nas ruas, filas e lojas cheias fazem parte do cenário.

Com o novo decreto da prefeitura, o intuito é flexibilizar o atendimento ao público em estabelecimentos comerciais formais e informais, incluindo agências bancárias e similares, sendo obrigatório a todos os comerciantes a adoção de medidas para a prevenção do Covid-19. 

Uma das regras para a volta das atividades comerciais é que os estabelecimentos funcionem com 30% da capacidade, além de respeitar o espaço limite de dois metros de distância entre cada cidadão.

Conforme o site Dourados News, há filas nas portas das lojas de móveis, lotéricas e até mesmo em lojas de calçados, sem que haja o mínimo de distância entre as pessoas.

O funcionamento do comércio está permitido das 8h às 18h. Enquanto o toque de recolher está mantido entre 22h e 5h.

Ainda segundo divulgado, de acordo com o decreto 2.511, a Guarda Municipal é responsável por averiguar se os estabelecimentos estão cumprindo as medidas previstas no decreto e, caso isso não ocorra, implicará na pena de cassação do alvará de licença e funcionamento do empreendimento infrator, além das penalidades cíveis e penais cabíveis.

O MPE-MS (Ministério Público Estadual) expediu uma nova recomendação para que a prefeita Délia Razuk (PTB) suspenda imediatamente os efeitos do decreto que flexibilizou as restrições para atendimento do comércio.