Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Colisão entre carreta e van causa morte de sete pessoas em MS

03 setembro 2015 - 07h46Por Rodson Willyams

A colisão frontal entre uma van e uma carreta provocou a morte de sete pessoas e deixou três feridos na rodovia BR-276, no km 203, próximo ao município de Nova Alvorada do Sul. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 20 horas desta quarta-feira (2), próximo ao trevo que dá acesso à Usina Santa Luzia, entre o Distrito de Nova Casa Verde, de Nova Andradina, e Nova Alvorada do Sul.

Conforme a PRF, um animal silvestre de médio porte, uma anta, teria invadido a pista e foi atropelada pelo condutor da van que seguia no sentido Nova Alvorada do Sul/Nova Andradina. O motorista teria perdido o controle do veículo e invadido a pista contrária, batendo de frente com uma carreta que transportava produtos químicos, que ficou espalhado pela rodovia.

Ao todo nove pessoas estavam na van; sete pessoas morreram, o motorista e mais seis passageiros da van. Quatro não conseguiram sair e morreram carbonizados dentro do veículo, um foi lançado e morreu fora do carro. Duas vítimas foram encaminhadas para o hospital, mas uma morreu à caminho e outra já na unidade de saúde.

O motorista da carreta foi transferido para Campo Grande, em estado grave e outra pessoa, única sobrevivente da van que também foi lançada do veículo segue internada em Nova Alvorada e não corre risco de morte. Ao todo, três ficaram feridos de acordo com a PRF.

As vítimas fatais identificadas foram: Eliane, Izilda, Laís, Rose, Ricardo, Luiza, Lois Lany e Evandro que seria o condutor da Van. A perícia criminal deve proceder os levantamentos que poderão identificar os corpos e foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Dourados.

No resgate das vítimas o Corpo de Bombeiros da Capital auxiliou no socorro, além da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Perícia Criminal e de colaboração de funcionários da Usina.  A pista chegou a ficar totalmente interditada e foi liberada por volta da meia-noite de hoje (3).