(67) 99826-0686
REFIS FEV.

Corpo de piloteiro morto em colisão entre barcos é resgatado no Pantanal

Homem de 55 anos estava a 15 quilômetros do local do acidente

3 SET 2016
Thiago de Souza
16h44min
Familiares receberam o corpo do piloteiro em Ladário Foto: Foto: Anderson Gallo - Diário Corumbaense

O corpo do piloteiro Leonel Santiago de Souza, 55, foi encontrado e resgatado, na manhã deste sábado (3), por mergulhadores do Corpo de Bombeiros, na região do Aterradinho, no Rio Negrinho, distante duas horas e meia, por via fluvial, da área urbana de Corumbá. Ele e mais duas pessoas, que já foram socorridas, se envolveram na colisão entre dois barcos, na manhã do dia 1º. 

Familiares receberam o corpo da vítima na prainha do Porto Geral em Ladário, ainda na manhã de hoje. Leonel foi encontrado a 15 quilômetros de onde teria acontecido o acidente. 

Segundo o 3º Gupamento de Bombeiros Militar de Corumbá, as condições climáticas dificultaram o trabalho de resgate, que entrou no terceiro dia. Além disso a profundidade de 6 a 8 metros do rio e a ocorrência de piranhas no local também atrapalharam. 

De acordo com o Diário Corumbaense, a equipe dos bombeiros teve o apoio da Marinha do Brasil, com embarcação da Capitania Fluvial e da Flotilha Mato Grosso. Será aberto um inquérito administrativo pela Capitania Fluvial do Pantanal, para apurar as possíveis causas do acidente.

O acidente 

O acidente ocorreu por volta das 09h30, do dia 1º de setembro. Na colisão, um homem de 38 anos, teve um corte profundo na testa após a hélice de um dos barcos atingi-lo. Ele relatou que o objeto atingiu também seu colete salva-vidas que ficou destruído com o impacto. A outra vítima, uma mulher de 52 anos, não sofreu lesões. De acordo com a Central de Operações dos Bombeiros, o impacto da colisão foi tão forte que um dos barcos se partiu ao meio.

 

Veja também