TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Fieis fazem alvorada em homenagem a Nossa Senhora Aparecida em Corumbá

12 outubro 2015 - 14h10Por Diário Corumbaense

As celebrações em homenagem à padroeira do Brasil tiveram início às 05 horas da manhã desta segunda-feira (12), em Corumbá, com alvorada festiva e queima de fogos. Neste horário, os termômetros marcavam 15 graus Celsius e nem isso desanimou ou abalou a fé dos devotos. Às 06 horas da manhã, o padre Fábio Vieira deu início a missa campal que reuniu um grande número de fieis que louvaram, oraram e agradeceram às graças alcançadas por intercessão de Nossa Senhora Aparecida.

“Tivemos uma multidão na primeira missa em honra a Nossa Senhora Aparecida, como é tradição, é uma fé que nos comove. Durante todo o dia é um movimento intenso e a procissão à noite é o auge da festa. Nossa Senhora Aparecida influi um grande poder de atração, de confiança, de amor”, frisou  padre Fábio, pároco da capela de Nossa Senhora Aparecida.

De hora em hora haverá missa na Capela situada na Rua Tenente Melquíades de Jesus n° 1555. Às 08 horas, houve Santa Missa; 10 horas, Santa Missa com as crianças; 12 horas, Santa Missa; 15 horas, celebração do terço da Misericórdia e às 19 horas, Santa Missa Solene, com a coroação de Nossa Senhora. A quermesse já até o final do dia. Bebidas alcoólicas não estão sendo comercializadas, devido a uma decisão da paróquia.

Muitas imagens de Nossa Senhora Aparecida foram levadas pelos devotos na primeira missa do dia. Eram pessoas querendo agradecer, outras pedindo, outras apenas propagando a fé. O casal Isabel e Marcos Barbosa, ambos com 49 anos de idade, chamava a atenção: ela com uma imagem de Nossa Senhora nas mãos, e ele, amparando-as, esposa e santa, como se as cuidasse com muito afeto.

“Há 15 anos eu passei por uma cirurgia muito delicada em minha vida. Eu e meu esposo nos apegamos a Nossa Senhora Aparecida e hoje eu estou viva para contar este milagre, para mostrar a todos o quanto Nossa Senhora Aparecida é milagrosa. Primeiro eu a agradeço pela vida e depois, peço que ela interceda pelo meu lar, pois este é o bem mais precioso que tenho”, afirmou.

Aline Vargas, de 26 anos, se emocionou durante toda a missa. Ela é uma intercessão viva de Nossa Senhora Aparecida. A mãe de Aline, Adarci Vargas, não conseguia engravidar, então, rogou a Nossa Senhora e teve muita fé. “Tive filhos depois dos 35 anos de idade, o que é considerado um pouco de risco. Eu não conseguia engravidar, ouvi até que eu não teria filhos, mas Nossa Senhora ouviu minhas preces, e me abençoou com dois filhos”, afirmou a mãe.

Em silêncio, admirando a imagem de Nossa Senhora Aparecida dentro da Igreja estava Jessy Couto dos Santos, de 70 anos. Ela agradecia pela sua saúde, pois recentemente retirou os ovários e o útero, após descobrir um nódulo. “Eu olho para Nossa Senhora e a agradeço por ela ter olhado para mim, intercedido em minha cirurgia e hoje eu ter saúde de vir até a igreja dela participar desta festa. Fiz até uma promessa de ficar seis meses sem comer carne de gado e cumpri. Não me canso de agradecer, pois o maior bem da vida é a saúde e hoje eu tenho saúde”, afirmou.